Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Acadêmico em Física do Campus Calama participa de pesquisa e artigo científico sobre o lançamento de projéteis

Publicado: Quarta, 26 de Janeiro de 2022, 09h45 | Última atualização em Quarta, 26 de Janeiro de 2022, 09h45 | Acessos: 68903

baseO acadêmico do curso de Licenciatura em Física do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Porto Velho Calama, Gabriel Marcos Rodrigues Barbosa, participou de um grupo de trabalho que desenvolveu a pesquisa “Uma intervenção metodológica na compreensão do lançamento de projéteis”. O estudo resultou em artigo científico publicado na Revista Amazontech de Estudos Interdisciplinares.

A Revista Amazontech conta com um periódico eletrônico que publica trabalhos originais, revisões, comunicados de pesquisas em andamento, além de estudos inéditos. De acordo com Gabriel, o grupo de estudo é formado pelo Professor Maicon Maciel de Araújo, da Faculdade Metropolitana, Secretaria Estadual de Educação (Seduc/RO) e Preceptor do Projeto Residência Pedagógica de Física do IFRO, além do Professor Fernando Reis de Carvalho, da Seduc/RO.

Conforme explica o artigo, houve uma preocupação em elencar as dificuldades dos estudantes na aprendizagem dos conteúdos de Física, adotando-se a pesquisa qualitativa como abordagem e a pesquisa-ação como opção metodológica, o que possibilitou identificar as dificuldades tanto dos docentes, quanto dos alunos no processo de ensino-aprendizagem.

O estudo evidenciou, segundo os autores, que as dificuldades encontradas estão vinculadas ao distanciamento existente entre as teorias apresentadas em sala de aula e a visualização dos conceitos em abordagem experimental. A abordagem experimental, segundo eles, torna o estudo do assunto mais palatável já no primeiro ano do ensino médio, considerando a relevância do tema, uma vez que o assunto de lançamento de projéteis está presente no Plano Curricular de Física, permitindo ao estudante uma compreensão mais significativa. O trabalho realizado na unidade escolar teve como foco o estudo do movimento em duas dimensões, sobretudo o movimento balístico através do lançamento de foguetes.

Conforme autores estudados, o grupo afirma que a dificuldade em relacionar conceitos físicos com fenômenos naturais é o que gera desinteresse e aversão pela disciplina. Eles concluem mostrando o resultado da pesquisa: “é necessário repensar as aulas de Física na Educação Básica de modo que faça com que os estudantes percebam a Física nas relações e nas ações cotidianas. Para que de fato isso aconteça, é importante que na escola os estudantes sejam estimulados a perceber a relação entre a teoria trabalhada em sala de aula e a realidade vivenciada no dia a dia”.

  • alunos_lançamento_foguete
  • artigo_física
  • base
  • foguete
Fim do conteúdo da página
--> /**/
Consentimento para o uso de cookies
Este site armazena cookies em seu computador. Os cookies são usados para coletar informações sobre como você interage com nosso site e nos permite lembrar de você. Usamos essas informações para melhorar e personalizar sua experiência de navegação e para análises e métricas sobre nossos visitantes. Se você recusar, suas informações não serão rastreadas quando você visitar este site. Um único cookie será usado em seu navegador para lembrar sua preferência de não ser rastreado.