Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Programa de assessoramento pedagógico realiza Rodas de Conversa

Publicado: Quinta, 06 de Setembro de 2018, 17h07 | Última atualização em Quinta, 06 de Setembro de 2018, 17h27 | Acessos: 555

Campus Vilhena Roda de conversa 3

Há três anos, profissionais do DAPE (Departamento de Apoio ao Ensino), do NAPNE (Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas) e da CAED (Coordenação de Assistência ao Educando) do IFRO (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia), Campus Vilhena, realizam conjuntamente o Programa de Assessoramento Pedagógico.

A pedagoga Clara Paula Lima explica a origem do projeto: “percebemos que os alunos se sentiam sozinhos neste processo que para eles é difícil e por vezes doloroso, por isso acabavam evadindo da instituição. Nós começamos a acompanhar estes alunos como madrinhas e a ideia é acolher estes alunos durante o ano para que não se sintam sozinhos no processo de aprendizagem e para que tenham êxito no final”.

Buscando superar os estigmas da reprovação e motivar os estudantes, foi realizado de 28 a 30 de agosto o projeto Rodas de Conversa com múltiplas atividades entre madrinhas e discentes, visando proporcionar a troca de experiências entre os alunos e servidores, auxiliando na compreensão de que é possível atingir o êxito e incentivando-os a perseverarem. No início do ano, cada aluno reprovado no ano anterior recebe uma madrinha, que os acompanham e auxiliam durante todo o ano, oferecendo-lhes suporte, encorajando-os e observando seus desempenhos.

As Rodas de Conversa contaram com a participação da psicóloga Naiade Lohmann Brambila, que falou da importância dos alunos se manterem focados para vencerem os desafios. Além disso, os alunos puderam expressar-se, compartilhando seus anseios e pretensões com o grupo. Um dos pontos altos do encontro foram os depoimentos de servidores convidados, que compartilharam sua trajetória na vida escolar, falando de seus altos e baixos, das dificuldades e das superações. Por fim, foi exibido um vídeo motivacional e os alunos registraram seus sonhos para este final de ano em uma cápsula do tempo que foi lacrada e deverá ser aberta no próximo ano para avaliar os resultados alcançados.

Segundo a acadêmica da Licenciatura em Matemática e bolsista do projeto, Jéssica Soares, “percebemos que é preciso ter esse cuidado com os alunos, para que não venham a desistir do curso nem das oportunidades que o IFRO oferece, porque sabemos que os estudos fazem toda a diferença na vida das pessoas”. Ana Carolina Santos cursa o Técnico em Eletromecânica e conta que se sentiu muito mal quando vivenciou a reprovação, “mas são experiências que carregamos na vida e cada pessoa tem as suas próprias, não podemos deixar isso nos afetar negativamente”.

  • Campus_Vilhena_-_Roda_de_conversa_1
  • Campus_Vilhena_-_Roda_de_conversa_2
  • Campus_Vilhena_-_Roda_de_conversa_3
  • Campus_Vilhena_-_Roda_de_conversa_4
  • Campus_Vilhena_-_Roda_de_conversa_5
  • Campus_Vilhena_-_Roda_de_conversa_6
Fim do conteúdo da página
-->