Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Pesquisadores do IFRO aprovam cinco projetos em editais da Superintendência de Cultura

Publicado: Quarta, 20 de Janeiro de 2021, 18h27 | Última atualização em Quarta, 20 de Janeiro de 2021, 18h46 | Acessos: 52823

Pesquisadores do IFRO aprovam cinco projetos em editais da Superintendência de Cultura Pesquisadores do Núcleo de Estudos Históricos e Literários (NEHLI) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Porto Velho Calama, tiveram cinco projetos de pesquisa, desenvolvimento e divulgação cultural aprovados nos editais de fomento à cultura, da Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), do Governo de Rondônia.

O Núcleo de Estudos Históricos e Literários do IFRO (NEHLI/IFRO) figura entre os grupos de pesquisa mais antigos da instituição e, para a Professora Xênia de Castro Barbosa, autora de três entre os cinco projetos aprovados, o núcleo fechou o ano de 2020 com ótimos resultados. “Aprovar esses projetos foi muito gratificante e mostra o potencial dos pesquisadores do NEHLI/IFRO em contribuir com o fortalecimento e a difusão cultural em Rondônia”, cita.

Na primeira edição “Marechal Rondon” do edital nº 86/2020/Sejucel/Codec, de chamamento público para publicação e difusão de expressões culturais, foram aprovados os projetos “Comunicação e Saúde em referentes culturais Karitiana” que se refere à produção de conteúdos digitais para o enfrentamento à pandemia de covid-19 na Terra Indígena Karitiana, em Porto Velho, de autoria da Professora Xênia Castro; “Eu, você, todo mundo, ninguém: uma poética da diversidade”, de autoria do Professor e Escritor Sergio Francisco Loss Franzin e “Lugar e Memória: uma poética de Porto Velho em Ernesto Melo e a Fina Flor do Samba”, de autoria do Analista de Tecnologia da Informação, Tiago Lins de Lima. Além desses, foram aprovados os projetos “Paiter Suruí: cultura e segurança alimentar” no Edital nº 78/2020/SEJUCEL-CODEC – 1ª Edição Jair Rangel “Pistolino” do edital de chamamento público para produção audiovisual, de autoria da Professora Xênia de Castro Barbosa, e “Gênero e Poesia: uma análise da obra literária de Nilza Menezes”; no Edital nº 83/2020/SEJUCEL-CODEC – 1ª Edição Alejandro Bedotti, do Edital de chamamento público de fomento à cultura para Pesquisa e Desenvolvimento de Expressões Culturais, de autoria dos Professores Xênia de Castro Barbosa e Deivis Nascimento dos Santos.

Esses projetos são desenvolvidos com recursos do Fundo Estadual de Desenvolvimento à Cultura – FEDEC/RO, com o apoio institucional do Governo do Estado de Rondônia e Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel).

O Professor Sergio Francisco Loss Franzin destaca que “[...] é uma grande felicidade ter o projeto aprovado porque significa reconhecimento pelo trabalho e é também uma oportunidade de publicar poemas depois de um longo tempo em que estive voltado para textos técnicos, didáticos e científicos. É uma oportunidade também de reescrever poemas já publicados, com aprimoramento, e de melhor aproveitamento da produção, já esgotada no mercado e antes muito restrita a poucos lugares, pelas baixas tiragens”.

Da mesma forma, Tiago Lins de Lima também afirma que “[...] há muito que esperávamos por uma oportunidade como essa. No Brasil, publicar livro é muito caro, comprar livro é muito caro – talvez por isso as pessoas leiam pouco... Então, esse edital da Sejucel oportuniza a realização desse sonho, de publicar meu primeiro livro, fruto de minha dissertação de mestrado na Universidade Federal de Rondônia”.

A professora Xênia Barbosa destaca ainda que os projetos aprovados “[...] são resultantes de um trabalho permanente e progressivo dos membros do grupo, sempre envolvidos com iniciativas para o desenvolvimento social, cultural e econômico do Estado e do País. Obras como estas que serão publicadas, resultantes de projetos de pesquisa e de outros estudos e produção individual ou coletiva, com atenção a grupos minoritários e temas sociais altamente relevantes, trarão resultados importantes para a melhoria do bem-estar, da qualidade de vida e de novos projetos na mesma linha”, esclarece.

Fim do conteúdo da página
-->