Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Campus Porto Velho Zona Norte realiza atividades on-line para lidar com o isolamento social

Publicado: Quinta, 02 de Abril de 2020, 14h43 | Última atualização em Sexta, 03 de Abril de 2020, 15h52 | Acessos: 76748

Captura de Tela 2020 04 02 às 12.17.12O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Porto Velho Zona Norte, realizou a Roda de Conversa On-line “Como Lidar com o Isolamento Social”. O evento foi inteiramente via internet no dia 26/03/2020 e tratou de um tema atual e importante que é a reclusão social em época de isolamento social, auxiliando servidores a atravessarem o período, mantendo o bem-estar e a saúde mental. Mais de 80 pessoas participaram da Roda de Conversa, que durou aproximadamente uma hora.

A proposta surgiu de uma solicitação da Direção-Geral do Campus Porto Velho Zona Norte, que inicialmente propôs que fosse realizada uma palestra on-line. O psicólogo do campus, Jacson Melo, contatou outros colegas, profissionais da área, e optou que a atividade fosse feita em forma de roda de conversa, para enriquecer mais o debate, com a visão de outros psicólogos que trabalham diretamente com atendimento no contexto escolar e com profissionais especializados em demandas relacionadas ao isolamento.

Foram então convidados os psicólogos Régis Albuquerque (Universidade Federal do Acre), Tânia Melo (atuante em atendimento on-line em São José dos Campos), Yara Nascimento Soares (Universidade Federal de Rondônia) e Jaiana Aparecida Cruz (especializada em atendimento infanto-juvenil, em Porto Velho).

Inicialmente, os profissionais convidados falaram a respeito de pontos específicos relacionados ao isolamento social: o motivo e as implicações, as demandas pessoais e as demandas nos relacionamentos durante o isolamento. Além disso, deram dicas de convivência com as crianças e os idosos e falaram sobre as demandas em saúde mental e a necessidade de se buscar ajuda em alguns casos.

Já houve momentos na história em que pessoas tiveram que lidar com isolamento por algum motivo, no entanto, com o advento da globalização, os efeitos de uma doença com esse grau de disseminação afeta o mundo todo rapidamente. De acordo com Jacson, essas novas condições de isolamento e de risco exigem das pessoas capacidades relacionadas às demandas intrapessoais e interpessoais.

“Estamos aprendendo, todos nós, a criar mecanismos que possibilitem lidar com momentos críticos e desenvolver habilidades de convivência com aqueles que vivemos de forma mais contínua e intensa. Isso tem sido um grande desafio para todos nós. Atividades como essa, conversas com profissionais, podem contribuir para esse desenvolvimento”, afirma.

Houve, ao final, espaço para perguntas e interação por parte dos participantes. A servidora Cleonete Martins, tem sentido os impactos do isolamento social e teve que se adaptar à nova rotina de trabalho remoto, em casa, se organizando para atender as necessidades da família e as demandas do IFRO. Ela relatou que “ter participado da palestra nesse momento foi muito importante, porque a gente teve oportunidade de ouvir profissionais que puderam nos auxiliar com algumas dicas de como superar esse momento. Ao mesmo tempo, pudemos trocar experiências com outras pessoas que estão vivendo a mesma situação, saber que você não está só, que as pessoas estão passando por esse momento da mesma forma que você, cada uma com as suas necessidades, com suas angústias e principalmente que existem pessoas que podem auxiliar nesse momento, que podem ajudar e que sabem nos orientar”.

“Então, eu acredito que se nós tivermos esses momentos mais vezes durante esse período nos ajudará a superá-lo a passar melhor tendo esse apoio de profissionais que entendem a nossa angústia nesse momento, é uma oportunidade para a gente poder externar essas angústias ser ouvido, é tranquilizador saber que existem pessoas preocupadas com nosso bem-estar. Para mim foi uma experiência muito boa espero vivê-la novamente”, conclui Cleonete.

Para os que quiserem assistir, a roda de conversa está disponível neste link AQUI.

Novo encontro virtual

E em continuidade à proposta de prestar auxílio às pessoas neste período de isolamento social devido à COVID-19, nesta quinta-feira (02/04) será realizada às 16 horas uma nova roda de conversa. O encontro virtual será destinado exclusivamente aos profissionais da área de Psicologia, de Rondônia e do Acre. O objetivo desta vez é o intercâmbio de conhecimentos para melhor atender às pessoas.

Participarão da atividade os psicólogos do IFRO, UNIR, UFAC e psicólogos convidados. A atividade será facilitada pelas profissionais Tânia Melo e Beatriz Arraes, que atuam há alguns anos no atendimento on-line.

  • Captura_de_Tela_2020-04-02_às_12.11.04
  • Captura_de_Tela_2020-04-02_às_12.17.12
  • Captura_de_Tela_2020-04-02_às_12.19.19
  • Captura_de_Tela_2020-04-02_às_12.20.02
  • Captura_de_Tela_2020-04-02_às_12.23.05

.

Fim do conteúdo da página
-->