Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Integrantes do Projeto GOIFRO Zona Norte participam de visita técnica na sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus

Publicado: Quinta, 02 de Janeiro de 2020, 12h47 | Última atualização em Quinta, 02 de Janeiro de 2020, 12h48 | Acessos: 116855

Campus Zona Norte GO IFRO 5

No mês de dezembro, docentes, técnicos e alunos dos Cursos Técnicos em Administração, Computação Gráfica, Finanças, Informática para Internet e Recursos Humanos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Porto Velho Zona Norte, embarcaram em uma viagem de imersão ao mundo dos negócios. Eles fizeram parte da última etapa da 2ª edição do Projeto GO-IFRO ZN, que correspondeu a uma visita técnica na sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA).

Os participantes ficaram alojados nas dependências do IFAM Campus Zona Leste. A iniciativa da visita foi aprimorar o conhecimento acerca do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM), cuja extensão abrange o estado de Rondônia, o qual conta com três representações da Suframa (em Porto Velho, Guajará-Mirim e Ji-Paraná).

Durante a visita, o servidor Hugo Lima, da Coordenação-Geral de Estudos Econômicos e Empresariais (Cogec) da autarquia, fez uma apresentação sobre a Suframa e suas ações em prol do desenvolvimento regional e os impactos ocasionados tanto na região onde atua quanto os reflexos positivos gerados por todo o país. "O que é feito no âmbito da Zona Franca de Manaus gera resultados socioeconômicos aqui e em outras regiões, o que faz deste modelo de desenvolvimento regional diferenciado. E a atuação da Suframa é importante para que ações que visem este desenvolvimento possam ser colocadas em prática", pontuou Lima.

Para o Coordenador do Projeto Alecsandro Marian, "[...] a proposta de ir à Manaus foi possibilitar o conhecimento da dimensão muito maior que há no Norte do país, onde existe um mundo de grandes empresas e indústrias instaladas na nossa região e que fazem um diferencial não apenas para o desenvolvimento social e sustentável local, mas do Brasil".

A aluna Geovana Lins Martinez, do curso Técnico em Administração, turma 2018-1/matutino, agradeceu aos envolvidos no projeto do GO IFRO. "Através dele foi possível conhecer o outro lado da ‘tela’, sair do âmbito rotineiro apenas de aulas e poder ver a olho nu o que realmente acontece dentro de uma empresa, como é ser de fato um administrador, ser inspirada por isso. Ir a Manaus através do projeto do IFRO foi gratificante. Não medi esforços em todas as etapas para a grande final que super valeu a pena, desde a emoção e o frio na barriga por estar andando de avião pela primeira vez, como por chegar a Manaus representando a instituição. Cada palavra dita e cada ensinamento passado nessa viagem, seja pelas palestras que recebemos e pelos momentos vividos dentro de cada empresa por lá, fica tudo gravado na mente e muda o nosso olhar como futuros técnicos em administração. Espero que o projeto continue, levando cada vez mais o conhecimento e a prática, pois o ver a mais, traz ideias e mais entendimento sobre toda a área e assim nos tornamos mais do que preparados para sermos bons profissionais", avaliou.

Para Gwinyver Laissa, também aluna do Curso Técnico em Administração " [...] O projeto GO IFRO além de nos proporcionar experiências transformadoras através da viagem e do contato com outras turmas, nos proporcionou um melhor entendimento das matérias já estudadas. E serviu de ponte e motivo de aproximação entre servidor e aluno, bem como abriu nossos olhos aos problemas sociais da nossa região. O projeto, que visa principalmente integrar, finalizou sua edição com êxito, tendo quase triplicado seus resultados em relação à edição anterior, ajudando mais pessoas e motivando mais turmas a fazer parte do projeto. Através da visita técnica pude perceber a importância da Zona Franca de Manaus não só pra região, como para o Brasil. Participar desse projeto me mudou não só como futura técnica em administração, mas como pessoa. Muito obrigada a todos que tornaram isso possível."

Para o professor Alan Jhone Carvalho de Araújo, participar do GO IFRO o fez perceber o quanto os alunos precisam de mais interação fora de sala de aula. “Não pude participar da primeira edição do projeto, mas me comprometi a participar desta segunda, pois percebi o quanto esta atividade pode contribuir para criar um vínculo maior entre o instituto, os alunos e a comunidade em geral. A viagem para outro estado permitiu que nossas ações fossem estendidas para novos lugares, possibilitando que os alunos enxergassem algo além das quatro paredes da sala de aula e que a comunidade externa tivesse mais conhecimento do que nosso instituto busca desenvolver. Ver o entusiasmo deles me fez querer fazer esse projeto acontecer cada vez mais”, relatou.  

Segundo Guilherme Tadaki, que também coordena o projeto, era importante que os alunos tivessem contato com a realidade do que é feito pela Suframa, uma vez que " [...] é primordial que eles entendam que para uma empresa se instalar e funcionar, crescer e se desenvolver não basta apenas um empresário ou investidor ter uma ideia, colocar no papel e começar a atuar. Há vários personagens que fazem esse processo funcionar perfeitamente".

  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_1
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_10
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_11
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_12
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_13
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_14
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_15
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_16
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_17
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_18
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_2
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_3
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_4
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_5
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_6
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_7
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_8
  • Campus_Zona_Norte_-_GO_IFRO_-_9
Fim do conteúdo da página
-->