Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Projeto “Paisagismo para Instalações Infantis” é finalizado em escola municipal de Vilhena

Publicado: Sexta, 14 de Dezembro de 2018, 10h39 | Última atualização em Sexta, 14 de Dezembro de 2018, 10h40 | Acessos: 983

Projeto Paisagismo para Instalações Infantis do Curso de Arquitetura e Urbanismo 9Um projeto do Curso de Arquitetura e Urbanismo do IFRO (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia), Campus Vilhena, está projetando e executando o paisagismo da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Vilma Vieira.

Sob a orientação das professoras Ariane Zambon e Fernanda Oliveira, os alunos do quarto período desenvolveram o projeto de extensão curricularizada complementar à disciplina de Paisagismo I. A entrega das melhorias foi realizada no dia 06/12, em uma atividade que reuniu alunos e servidores de ambas as instituições, além de representantes de outros órgãos que contribuíram para a viabilização dos trabalhos.

O projeto celebra uma parceria de sucesso com benefícios múltiplos tanto para o Campus Vilhena quanto para a Escola Vilma Vieira. Para os acadêmicos de Arquitetura, o desafio de projetar e executar representou a possibilidade de vivenciar uma das áreas de atuação profissional juntamente com questões sociais, possibilitando também que compreendam características artísticas e culturais envolvidas no processo de composição de paisagismos, assim como a importância da humanização de espaços.

O projeto também oferece a oportunidade de ampliar a bagagem profissional dos discentes para que estejam mais aptos a transformar espaços com qualidade. Já para a comunidade que recebeu a melhoria espacial e cultural a intervenção possibilita a melhoria na qualidade de vida dos usuários e a valorização da edificação de forma que o público tenha maior identificação e cuidado com o espaço.

Uma das expectativas é que o desempenho acadêmico seja melhorado devido à satisfação dos usuários com o local que convivem. A professora Ariane explica que “o projeto satisfaz a necessidade de curricularização da extensão, mas a partir dele os alunos puderam desenvolver novas habilidades que só em sala não seriam alcançadas, além de estarmos devolvendo pra sociedade o que foi investido no IFRO. Inclusive este trabalho serve também para mostrar à sociedade o valor social do trabalho do arquiteto, porque isto que os alunos desenvolveram vai resultar em várias mudanças para a escola: ambientes melhores fazem as pessoas se sentirem melhor e geram o sentimento de que a vida pode melhorar e o mundo pode ser mais bonito, então há muitas coisas que crescem ao redor deste projeto que aparentemente começou pequeno”.

No destaque sobre a participação da comunidade escolar no projeto, a professora Fernanda diz que “as crianças da escola por vontade própria pediram para colaborar e trouxeram mudas de plantas que tinham em casa e isso é muito importante porque esta interação proporciona a apropriação do espaço, gerando valorização e cuidado. Então, as escolhas das plantas e o jeito que são organizadas representam uma forma de retratar a cultura local, de refletir o que a sociedade gosta, por isso o paisagismo constitui uma representação cultural. Acima de tudo, o paisagismo é uma forma de arte”.

Joyce Vakiuti, acadêmica de Arquitetura, evidencia a necessidade da prática: “para nós é muito importante participar do projeto. Estamos aprendendo a fazer a manipulação dos objetos, das plantas e do solo e, como futuros arquitetos, precisaremos desses conhecimentos para que saibamos orientar profissionais que farão a execução dos projetos que iremos desenvolver quando estivermos atuando. Isso sem falar que estamos contribuindo com uma escola pública que provavelmente não teria oportunidade de ter um paisagismo”.

O projeto foi contemplado pelo Edital nº 04/2018, de apoio a projetos de extensão para práticas esportivas e artístico-culturais no IFRO, que disponibilizou recursos para a compra de materiais necessários à execução do projeto. E uma quantidade significativa das plantas veio de doações de alunos e professores das duas instituições, e os acadêmicos de Arquitetura multiplicaram as mudas para que ao final do projeto pudesse oferecer à Escola Vilma Vieira um espaço agradável e bonito.

  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_1
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_2
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_3
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_4
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_5
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_6
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_7
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_do_Curso_de_Arquitetura_e_Urbanismo_1
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_do_Curso_de_Arquitetura_e_Urbanismo_10
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_do_Curso_de_Arquitetura_e_Urbanismo_11
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_do_Curso_de_Arquitetura_e_Urbanismo_12
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_do_Curso_de_Arquitetura_e_Urbanismo_2
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_do_Curso_de_Arquitetura_e_Urbanismo_3
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_do_Curso_de_Arquitetura_e_Urbanismo_4
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_do_Curso_de_Arquitetura_e_Urbanismo_5
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_do_Curso_de_Arquitetura_e_Urbanismo_6
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_do_Curso_de_Arquitetura_e_Urbanismo_7
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_do_Curso_de_Arquitetura_e_Urbanismo_8
  • Projeto_Paisagismo_para_Instalações_Infantis_do_Curso_de_Arquitetura_e_Urbanismo_9
Fim do conteúdo da página
-->