Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

IFRO apoia Ciclo Internacional de Conferência – Populações Negras e Indígenas

Publicado: Terça, 08 de Setembro de 2020, 19h50 | Última atualização em Terça, 08 de Setembro de 2020, 19h50 | Acessos: 86184

colorado nomadeO Grupo de Pesquisa Nómade do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Colorado do Oeste, é um dos organizadores do Ciclo Internacional de Conferência – Populações Negras e Indígenas. O evento é uma iniciativa do Núcleo de Estudos Interdisciplinares Afro-Brasileiros (NEIAB), por meio do Projeto Diversitas, da Universidade Estadual de Maringá (UEM), em conjunto com os Núcleos de Estudos Afro-Brasileiros das Universidades Federais do Paraná (UFPR) e Espírito Santo (UFES).

O Instituto Federal de Rondônia é apoiador do evento, que apresenta, nas palavras do Reitor, Uberlando Tiburtino, “conteúdos bem interessantes e, principalmente, importantes para o momento”. O Ciclo Internacional discute principalmente os desafios enfrentados pelas populações negras e indígenas, resultantes da discriminação e preconceito raciais que promovem a negação da igualdade de condição humana, dos direitos e da expressão cultural. O que ocorre não apenas no continente sul-americano, porém, também em outras regiões do planeta. 

O evento conta com palestrantes de diversos países como Brasil, Colômbia, Espanha, Estado Unidos, México e Portugal, totalizando 13 especialistas, distribuídos em nove palestras.

Para o Professor do Campus Colorado do Oeste, Márcio Moreira Costa, líder do Grupo Nómade, “a discussão de temática tão relevante, numa dimensão intercontinental, potencializa e muito sua compreensão, não apenas pela riqueza epistemológica do debate”. Segundo o docente, o evento possui direcionamento mais acadêmico, “mas também pela partilha das experiências culturais”, conclui.

O Grupo de Pesquisa Nómade foi institucionalizado no IFRO em 2018, com o objetivo de discutir epistemologia, identidade e crítica social. É uma iniciativa interdialógica, do ponto de vista epistemológico, de abordagem filosófica. Conta com dez membros, sendo oito servidores do IFRO e dois colaboradores externos. Também possui quatro discentes (um da graduação e três do Ensino Médio) ativos no grupo. Em 2020 foi inserida mais uma linha de pesquisa para o grupo: Trabalho-educação, economia e cultura na Amazônia.

 

Programação

Iniciado no último dia 03 de setembro, o evento, que acontece on-line através do Google Meet e Youtube, recebe participantes de diversos pontos do planeta e nacionalidades. Com encerramento no dia 29 de outubro, o ciclo ainda certificará os participantes que realizarem a inscrição pelo link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeYlTAQdGwExjc_hZp8zUHsndZcqMNfXbDaA9S_g5APjAnxAA/viewform

No dia 10 de setembro o tema é “Escravos, liberto e livres: histórias de luta e resistência no Brasil e na Argentina”. No dia 17, “Negritud multicultural: reconocimiento en tiempos de ‘el negro permitido’”. Dia 24/9: “’Mira, un negro!’ Elementos para pensar el racismo y la resistencia”. A programação segue semanalmente no mês de outubro.

Acompanhe a programação, no Youtube, clicando AQUI.

E as inscrições estão sendo feitas neste link AQUI.

Fim do conteúdo da página
-->