Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Estudantes representam o Campus Cacoal no 4º Torneio Paraolímpico de Xadrez da Escola Estadual Carlos Gomes

Publicado: Quarta, 06 de Novembro de 2019, 12h02 | Última atualização em Quarta, 06 de Novembro de 2019, 12h03 | Acessos: 258

Disputa de Xadrez Campus Cacoal 1 

Dois alunos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal, participaram do 4º Torneio Paraolímpico de Xadrez da Escola Estadual Carlos Gomes, no município de Cacoal. Organizado pela Escola Estadual Carlos Gomes, o evento contou com equipes do atendimento educacional especializado da própria escola, de alunos das Escolas Estaduais Graciliano Ramos, Celso Ferreira, Frei Caneca e Paulo Freire e do IFRO Campus Cacoal.

“Pra mim como organizador de competições é uma das competições que mais me alegram em organizar. Às vezes essas crianças não recebem a atenção e o carinho que merecem, pelo fato de apresentarem alguma necessidade específica. Porém, nas atividades de xadrez, elas desenvolvem de maneira igual ou até melhor. Uma competição voltada a eles tem um resultado excelente, pois o desempenho, a alegria que eles têm em participar do evento é visível. A partir dessa atividade, os alunos especiais são capacitados para participar de outros torneios, não somente os paraolímpicos e participam com destaque. Posso citar os inter-classe, que a maioria geralmente é destaque. É válido ressaltar que esses resultados e também a execução do torneio tem o apoio do Atendimento Educacional Especializado (AEE), na pessoa da professora Tainá. Nesse ano tivemos mais de trinta participantes, é muito bom ver nossos alunos especiais participando desses momentos de competição e de interação”, relatou o organizador do torneio, Rogério Kester.

O Campus Cacoal foi representado pelos discentes Rogério R. Nery Andrade e Maycon Henderson Chagas de Paula, ambos estão matriculados no primeiro ano do curso técnico integrado ao Ensino Médio. Os dois alunos conseguiram medalha no torneio, sendo que o aluno Maycon ficou em segundo lugar na competição. “Eu fui aluno da Escola Carlos Gomes e lá eu já praticava o xadrez, pois o Professor Rogério nos incentivava e nos ajudava muito. Aqui no IFRO eu continuo treinando, sempre que tenho um horário adequado eu e meus amigos aproveitamos para jogar e treinar. Fiquei muito feliz em representar o Instituto Federal no torneio e fiquei mais feliz ainda em ter conseguido uma medalha”, contou Maycon.

O aluno Rogério Andrade disse que gostou muito de participar, mas que já participava antes e que quer participar novamente. Disse também que gostaria muito de participar dos Jogos Escolares de Rondônia, o JOER. Participar de atividades como essa é muito importante para os alunos que possuem alguma necessidade especial.

“A participação dos alunos nesse projeto é importante para interação com a comunidade externa, vivenciando aspectos pedagógicos, educacionais e emocionais, colocando em prática a inclusão, consequentemente trazendo benefícios ao aprendizado. A atividade é algo que os alunos gostam e praticam, e oportunizar representar a instituição trouxe satisfação aos mesmos”, esclarece a psicóloga do Campus Cacoal, Silvia Lovatto.

  • Disputa_de_Xadrez_-_Campus_Cacoal_1
  • Disputa_de_Xadrez_-_Campus_Cacoal_2
  • Disputa_de_Xadrez_-_Campus_Cacoal_3
  • Disputa_de_Xadrez_-_Campus_Cacoal_4
Fim do conteúdo da página
-->