Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Alunos do IFRO Campus Cacoal participam de ação beneficente

Publicado: Sexta, 20 de Mai de 2016, 11h06 | Última atualização em Domingo, 23 de Abril de 2017, 20h54 | Acessos: 985

5Estudantes dos cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal, participaram nesta semana de uma ação beneficente. Na oportunidade foram doados 653 quilos de alimentos não perecíveis, além de óleo e leite.

Os alimentos foram doados à Casa de Apoio Amor Fraterno do Hospital São Daniel Comboni. As doações foram coletadas durante o período de inscrições do II Salão de Iniciação Científica, evento organizado pelo Grupo de Pesquisa Práticas Discursivas na Amazônia (PDA), do IFRO. “A ideia deste projeto é ampla e inclusiva. Além da teoria literária e discursiva, também queremos que estes estudantes interajam com a sociedade. Aqui eles tiveram um choque de realidade e perceberam uma realidade que não é comum no seu dia a dia”, explicou o líder do PDA e professor, Sérgio Nunes.

A instituição recebe pacientes com câncer que estão em tratamento radioterápico e moram em municípios distantes de Cacoal ou em outros Estados. Além dos pacientes, o local permite a permanência de um acompanhante por leito. É o caso de Carlos Alexandre, que veio de Belém (PA) junto com a esposa, que faz o tratamento, e deve permanecer na Casa de Apoio por mais 40 dias. “Receber esses alimentos é muito bom pra nós que estamos aqui. Com eles vamos poder economizar um pouquinho e comprar umas coisas diferentes pra comer”, contou.

A economia a que Carlos se referiu foi explicada pelo administrador voluntário da Casa de Apoio, Rolney Murgueiro, que informou que a instituição não possui condições financeiras de arcar com toda a alimentação necessária para os pacientes e seus acompanhantes. “Por isso é feito um rateio da despesa e cada dupla contribui com R$ 50 por semana. Os alimentos doados vão permitir que eles tenham alguns dias mais tranquilos e que economizem também”.

Impacto

Mais de 40 alunos do IFRO ligados ao PDA participaram da atividade e muitos estiveram, pela primeira vez, no local, entre eles o estudante Eleonay Targino, do 1º ano de Agropecuária. “Fiquei sensibilizado ao conhecer os pacientes e a realidade deles. Não só eu, acho que todos aqui estão”, disse o garoto.

Ele contou ainda que sua turma saiu da Casa de Apoio com a ideia de uma nova campanha, para arrecadar mais alimentos e roupas para os assistidos. “Queremos contribuir ainda mais e ajudar a aliviar o momento que eles estão passando. Muitos vêm de longe, [...] às vezes também não tem condições financeiras para custear as despesas”, disse.

A comoção marcou presença durante a visita. Muitos alunos se apegaram aos pacientes e se emocionaram com a situação em que estavam. “Esse é um processo valoroso de educação, que extrapola o limite tradicional e promove a partilha de afeto, aprendizado e de amor”, pontuou a professora Neila Giron, que acompanhou a atividade.

  • 3
  • 5_1
  • 6

 

Fim do conteúdo da página
-->