Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Professoras e alunas do Campus Cacoal fazem lançamento do livro “Mulher-só”

Publicado: Segunda, 06 de Dezembro de 2021, 17h38 | Última atualização em Segunda, 06 de Dezembro de 2021, 18h15 | Acessos: 143938

Lançamento livro Cacoal

Professoras e alunas fazem lançamento de obra “Mulher-só: a condição feminina representada na contística contemporânea”. O livro é o resultado de um projeto de pesquisa desenvolvido no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal, de agosto/2020 a dezembro/2021, coordenado pelas Professoras Jeciane de Paula Oliveira, Laelba Silva Batista e Sirley Leite Freitas Jeciane de Paula.

Sirley explica que o objetivo inicial do projeto era analisar as representações do ser-mulher na obra “Superfícies Irregulares”, da autora contemporânea do estado de Rondônia Erlândia Ribeiro. No processo, percebeu-se a necessidade de chamar para a discussão a obra das escritoras Divanize Carbonieri e Conceição Evaristo. Dessa forma, foi possível estabelecer um paralelo com o texto de Erlândia e identificar pontos convergentes entre as narrativas.

Nos três textos, a pesquisa verificou haver algum tipo de violência que paira sobre a existência da mulher-personagem, seja marcada por uma pressão estética, seja manifestada por sentimentos de medo e ansiedade, ou por atos extremistas de outrem que culminam na morte física da mulher. A classe social, a raça e o gênero são fatores que acentuam o grau de violência sofrida pela mulher-personagem. “Não se trata da pretensão de rotular as mulheres como sujeitos iguais, sabe-se que somos seres plurais, não há uma definição única de mulher; mas de promover uma reflexão a respeito de alguns aspectos da violência que nos atravessa”, mostram as professoras.

As autoras da obra são estudantes do Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio do IFRO Campus Cacoal: Bianca Aguiar e Caroline Kempin. O objetivo era que, orientadas pelas docentes, as alunas fossem protagonistas no processo de pesquisa e escrita de um livro acadêmico.

Durante doze meses, as organizadoras da obra (e orientadoras da pesquisa) se reuniram frequentemente com as discentes, por meio remoto em plataformas digitais, para discutir obras literárias que foram objeto de análise e outras críticas que fundamentaram as proposituras da pesquisa.

Nesse programa, está o estudo teórico baseado em Heleieth Saffioti, Angela Davis, Lélia Gonzalez e Chimamanda Ngozi Adchie. Além disso, as autoras realizaram a leitura de diversos artigos científicos que apresentavam dados atuais da situação da mulher no Brasil contemporâneo. Com esse repertório, a obra não caminha para a abstração, pelo contrário, é uma análise literária imbricada à percepção real e atual da sociedade brasileira, explicam as discentes Bianca e Caroline. Segundo elas, a experiência do projeto foi uma oportunidade ímpar.

“Durante as discussões, eu pude ter acesso a conhecimentos de diferentes áreas, especialmente Literatura e Sociologia, bem como ler livros incríveis. Tudo isso foi importantíssimo para a construção das análises literárias que apresentamos no livro. Ademais, me senti totalmente abraçada pelas Professoras Jeciane e Laelba, que nos guiaram de forma brilhante para o resultado final do livro, que ficou incrível!”, diz Bianca Aguiar.

 Para Caroline Kempin, “tanto o projeto quanto o período de produção do livro me proporcionaram experiências incríveis e que agregaram muito na minha vida acadêmica, os materiais de pesquisa que eu tive acesso sempre estarão guardados no meu coração, pois graças a eles pude encarar muitos assuntos com uma nova perspectiva. Indubitavelmente, as professoras foram extremamente importantes nessa jornada, porque além de compartilhar conosco os seus conhecimentos, sempre nos orientaram da melhor maneira possível. Dessarte, a associação da literatura com a sociologia foi fantástico!”.

O projeto de pesquisa recebeu R$ 2.000,00 de recurso do Departamento de Pesquisa do Campus Cacoal, o qual foi usado para a publicação da obra e impressão de 120 exemplares que serão doados para escolas públicas de Rondônia que ofertam ensino médio. A linguagem descomplicada e objetiva da obra intenta atrair os leitores adolescentes e inspirar outros a, talvez, também se tornarem escritores, tal como as autoras.

O livro será lançado no dia 9/12, às 19 horas, em uma live com as autoras no canal do YouTube do IFRO Campus Cacoal: https://youtu.be/0ROj1ZeIS-Y.

Fim do conteúdo da página
--> /**/
Consentimento para o uso de cookies
Este site armazena cookies em seu computador. Os cookies são usados para coletar informações sobre como você interage com nosso site e nos permite lembrar de você. Usamos essas informações para melhorar e personalizar sua experiência de navegação e para análises e métricas sobre nossos visitantes. Se você recusar, suas informações não serão rastreadas quando você visitar este site. Um único cookie será usado em seu navegador para lembrar sua preferência de não ser rastreado.