Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Campus Cacoal firma parceria com Idaron e Emater para implantação do Laboratório de Análise Física de Grãos

Publicado: Quinta, 24 de Setembro de 2020, 12h24 | Última atualização em Quinta, 24 de Setembro de 2020, 12h29 | Acessos: 29835

cacoal visita viceGovernadorO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal, firmou parceria com a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) e com a Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater). A assinatura do convênio possui o objetivo de implantação do Laboratório de Análise Física de Grãos, que, dentre diversas atividades, a partir de 2020 servirá para a realização da análise física dos cafés inscritos no Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia (Concafé).

O Reitor do IFRO, Uberlando Tiburtino Leite, afirma que estão sendo implantados Centros de Tecnologia e Inovação em todos os seus campi para dar o suporte e fortalecer os diversos arranjos produtivos do estado de Rondônia. “Em Cacoal estamos implantando o CTI-Café que tem o objetivo de dar o suporte por meio da formação de pessoas e de desenvolvimento de pesquisas para todos os atores envolvidos na cadeia produtiva do café, desde o preparo do solo, o manejo da cultura, até a seleção dos melhores grãos com a certificação do melhor produto, trazendo melhorias e incremento de renda para o produtor e divisas para o Estado. A parceria com a Idaron e com o Ministério da Agricultura fortalece ainda mais a estrutura existente e a que está sendo implantada no Campus Cacoal, para que esse Centro de Tecnologia tenha uma atuação mais efetiva possível”. Segundo o Reitor, essa ação servirá para qualificar diversas pessoas, incluindo os produtores rurais, contribuindo por meio da pesquisa para o fortalecimento da cultura do café, que tem importância regional e nacional.

De acordo com Diretor-Geral do IFRO Campus Cacoal, Davys Sleman de Negreiros, “esse convênio vem selar um projeto de quatro anos que foi estrategicamente focado no maior arranjo produtivo local e social da nossa região, o café. A ideia é implementar unidades produtivas tanto dos viveiristas vencedores de vários prêmios de qualidade, quanto das cultivares da Embrapa. Para isso, conseguimos o apoio da Pica Pau Motors, instalando toda a irrigação da nossa área de plantio”.

“Posteriormente, em parceria com Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), estaremos finalizando a implantação do Laboratório de Solos com os equipamentos mais modernos da região Norte para atendimento aos cafeicultores. Neste momento, junto com a Seagri, Idaron e Emater, instalamos o Laboratório de Análise Física de Café, que servirá para várias atividades de ensino, pesquisa e extensão, além da realização da análise física dos cafés do Concurso de Qualidade de Café do Estado de Rondônia. Essa decisão é um orgulho e de extrema importância para o nosso campus e para o Município de Cacoal ‘A Capital do Café’”, complementa do diretor.

Segundo o Professor Davys, “a equipe coordenadora do 5° Concurso de Qualidade de Café (5º Concafé) efetua desde o dia 1 de setembro a recepção, triagem e codificação individual das amostras dos grãos inscritos na competição. A partir do dia 08 de setembro inicia-se a segunda etapa e o Concafé entrará na fase de classificação dos grãos com o processo de análise física dos cafés, realizado por classificadores da Idaron. A fase de classificação dos grãos deve avaliar tamanho, defeitos, umidade, aferição do tipo de café, entre outros aspectos”.

Rachel Barbosa da Silva, Coordenadora do Controle de Amostras e Auditoria Propriedades pela Idaron, explica que “a produção dos cafés participantes também passará por uma avaliação de sustentabilidade, em que será pontuado em quesitos sociais e ambientais, com destaque para o controle dos custos, o manejo do solo, os cuidados no manuseio, o armazenamento e a aplicação de agroquímicos e o trabalho associativo, entre outros”.

A classificação física das amostras, bem como a emissão dos laudos de classificação, será de responsabilidade da Idaron e da Superintendência Federal de Agricultura e Pecuária (SFA/MAPA/RO). O trabalho a partir desse ano passa a ser realizado nas instalações do IFRO Campus Cacoal.

As amostras poderão enquadrar-se até, no máximo, o tipo 8 (360 defeitos). O teor de umidade deverá ser de, no máximo, 12,5% e o tamanho dos grãos deverá enquadrar-se na peneira 14 ou acima, permitindo vazamento máximo de 5% na peneira 14. Serão desclassificadas todas as amostras que não obedecerem a esses critérios.

 

Visita

No dia 10/9, o Vice-Governador do Estado de Rondônia, José Jodan, esteve com uma comitiva no Campus Cacoal, realizando reunião com o Diretor-Geral Davys Sleman, na qual foi apresentada a história de crescimento do campus e a decisão de focar no arranjo produtivo local e social do café. Segundo o Vice-Governador, a parceria colabora para fortalecer a agricultura familiar na busca da valorização e respeito que produtores merecem.

 Foram enfatizadas ainda as parcerias com a Idaron e com a Emater para a instalação do Laboratório de Análise Física de Café. Ressaltando a escolha do campus do IFRO em Cacoal para passar a ser um Centro de Excelência em Café e realizar as análises para o Concurso de Qualidade de Café do Estado de Rondônia. “Essa foi uma visita importante, pois podemos demonstrar a importância do nosso campus para a região, seja no ensino, pesquisa e extensão, o papel de desenvolvimento econômico com as parcerias com a ABDI para a instalação do Laboratório de Solos, com a Idaron e a Emater para a implantação do Laboratório de Análise Física de Café e com o MAPA para a instalação do Laboratório de Análise Sensorial de Café. Além das Unidades Experimentais de Cafés, com isso, foram firmadas mais parcerias entre Governo do Estado de Rondônia e o IFRO Campus Cacoal, que irão gerar o desenvolvimento qualitativo da cafeicultura do nosso Estado”, afirmou o Professor Davys.

Após reunião com a Direção-Geral do Campus Cacoal, houve coletiva de imprensa que ocorreu no Laboratório implantado pela Seagri e pela Idaron de Análise Física de Café, que já iniciou a realização dos exames das amostras dos cafés inscritos no 5º Concafé, com total de 214 amostras. Em seguida, eles visitaram as unidades experimentais de cafés dos viveiristas e da Embrapa.

  • Laboratórios_do_Campus_Cacoal_1
  • Laboratórios_do_Campus_Cacoal_2
  • cacoal-visita-viceGovernador
Fim do conteúdo da página
-->