Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Reitoria do IFRO recebe apresentação do Programa Novos Caminhos

Publicado: Sexta, 20 de Março de 2020, 16h04 | Última atualização em Sexta, 20 de Março de 2020, 16h09

IFRO Apresentação Novos Caminhos 5

A Reitoria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) sediou, na tarde de terça-feira (17), a apresentação do Programa Novos Caminhos da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC/MEC). O programa foi lançado em outubro de 2019, em Brasília, objetivando abrir novas oportunidades e novos cursos com foco nas demandas do mercado e nas profissões do futuro, bem como quebrar preconceitos no país contra as funções técnicas, uma vez que se visa gerar mais renda, mais emprego e mais capacitação.

O representante do Ministério da Educação, Samuel Carvalho de Aragão, e o Reitor do IFRO, Uberlando Tiburtino Leite, apresentaram aos representantes dos municípios rondonienses o Programa Novos Caminhos, suas propostas e perspectivas que objetivam transformar pela educação e qualificação dos jovens ao mundo do trabalho. A reunião contou também com a presença da presidente do Instituto de Educação Profissional de Rondônia, Adir Josefa de Oliveira, que na ocasião representou a Secretaria de Estado da Educação (SEDUC) e também do Superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RO), Daniel Pereira.  

Samuel Carvalho de Aragão, representante da SETEC, anunciou o lançamento de um edital no dia 15 de abril contemplando sessenta mil vagas ofertadas em cursos profissionalizantes em todo o país, que poderão contemplar públicos como alunos da EJA e também público do sistema prisional. Também adiantou que um Novo Catálogo Nacional de Cursos está em desenvolvimento e a entrega prevista é para julho de 2020. “Vamos ter dez mil vagas específicas para as Meninas Digitais, contemplando capacitações nas áreas de robótica, programação. As demais vagas são para cursos de Formação Continuada, para cursos intermediários profissionalizantes, esses de 400 horas que ainda não temos, e cursos subsequentes, e alguns eixos, por exemplo, poderão atender a agricultura familiar. Uma equipe de 46 técnicos dos estados vai a partir do ano que vem estar trabalhando com auditoria do Programa Novos Caminhos”, adiantou.

Uberlando Tiburtino Leite falou sobre a necessidade do diálogo entre representantes dos município, do estado e do Sistema S para potencializar a oferta de educação profissional. “Temos hoje cerca de 18 mil alunos no IFRO, mas ainda assim a demanda é muito significativa. Apesar de avançarmos com a educação profissional, o número de matrículas é o mesmo que em 2015, cerca de 1 milhão e 900 mil matrículas em todo o país, o que é muito pouco. Menos de 8% dos meninos e meninas do ensino médio têm essa oportunidade e do ensino fundamental menos ainda. O objetivo desta reunião é para somar esforços, uma vez que a meta segundo o PNE é chegar a mais de 4 milhões de matrículas em 2023. Jamais podemos nos perceber como competidores, ao contrário, temos que nos somar, por isso essas postura do IFRO, entendendo que não podemos ficar apenas com as ações presenciais, apenas com cursos técnicos regulares e apenas no eixo da BR”, disse.   

A representante da SEDUC, Adir Josefa de Oliveira, corroborou com a ideia de parceria apresentada pelo Reitor Uberlando. “Temos um desafio muito grande de até 2023 fazer a educação profissional acontecer, em parceria com todos que tem expertise nessa modalidade. A ideia é poder oportunizar à nossa gente condições melhores, porque temos distâncias muito grandes, escolas muito concentradas em determinadas áreas, como, por exemplo, no eixo da BR, e aquelas que estão à margem da BR muitas vezes sem nenhuma condição de oferta. Então o propósito é ampliar o acesso, inclusive através de unidades móveis e utilizar a estrutura já existente para ofertar um curso diferenciado, sempre respeitando para não sobrepor ações, queremos somar nesse processo, envolvendo todas as instituições desenvolvendo atividades de educação profissional e tendo dessa forma um ganho formativo ”, considerou.    

O Prefeito de Urupá, Célio de Jesus Lang, representante dos prefeitos dos municípios de Rondônia, comentou sobre as dificuldades que os moradores do município têm para fazer um curso superior em cidades vizinhas, e de como a implantação de um polo do IFRO no município criou a expectativa de atender a demanda por profissionalização. “Hoje, com o Instituto no município, tem facilitado muito a vida da população e preparando profissionais para atuarem na região. Mesmo com dificuldades, tenho certeza que estamos trabalhando para melhorar a infraestrutura dos polos do IFRO nos municípios. Temos muitos pedidos de cursos, os que foram disponibilizados foram preenchidos rapidamente, e a população está nos cobrando, então representante do MEC, veja o que pode ser feito pelos nossos municípios, que têm a necessidade da oferta de mais cursos”, comentou.  

O Superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RO), Daniel Pereira, apresentou as ações do Sebrae para a melhoria da educação em Rondônia. “Vinte e dois municípios já conhecem o nosso curso Jovens Empreendedores Primeiros Passos, com trabalho realizado junto a vinte e oito mil crianças no Estado. Nós também temos uma ferramenta de gestão chamada Empretec, que é uma ferramenta de gestão para empresas, mas ao longo dos anos percebemos que um dos problemas que temos na educação, seja no município ou em uma escola do estado, é a gestão, e o Empretec pode ajudar nisso. Estamos muito próximos de colocar o estado no topo da montanha no que diz respeito à questão de presença de resultados, então se otimizarmos 15% em um município, 20% em outro, 18% em um outro, a gente pega os dez melhores municípios do estado de Rondônia e coloca entre os 20 municípios do país [falando em relação ao índices do IDEB]” , explanou.

Junto à equipe do Sebrae esteve o empresário Alysson Marcelo de Campos, criador da plataforma digital de curso Sala do Saber, que estará disponibilizando para atender todas as escolas públicas de Rondônia parte dos conteúdos de Português e Matemática, do oitavo ao nono ano do ensino fundamental. Ele apresentou a plataforma aos presentes.

  • IFRO_-_Apresentação_Novos_Caminhos_1
  • IFRO_-_Apresentação_Novos_Caminhos_10
  • IFRO_-_Apresentação_Novos_Caminhos_11
  • IFRO_-_Apresentação_Novos_Caminhos_12
  • IFRO_-_Apresentação_Novos_Caminhos_2
  • IFRO_-_Apresentação_Novos_Caminhos_3
  • IFRO_-_Apresentação_Novos_Caminhos_4
  • IFRO_-_Apresentação_Novos_Caminhos_5
  • IFRO_-_Apresentação_Novos_Caminhos_6
  • IFRO_-_Apresentação_Novos_Caminhos_7
  • IFRO_-_Apresentação_Novos_Caminhos_8
  • IFRO_-_Apresentação_Novos_Caminhos_9
Fim do conteúdo da página
-->