Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Servidores e alunos em mobilidade estudantil visitam Parque de Ciência e Tecnologia Brigantia-EcoPark em Portugal

Publicado: Segunda, 22 de Abril de 2019, 15h23 | Última atualização em Segunda, 22 de Abril de 2019, 15h29

Visita Brigantia EcoPark Mobilidade IFRO 9

Estudantes e servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) que participaram de mobilidade estudantil internacional em Portugal, através do Programa de Programa de Internacionalização da Pesquisa, Ensino e Extensão (Pipeex), estiveram no dia 10 de abril, em Bragança, em uma visita técnica ao Parque de Ciência e Tecnologia Brigantia-EcoPark.

O espaço, visitado pelos professores Juliano Cristhian da Silva e Quezia Rosa e os estudantes Enzo Matos e Brenda Carrocia, é voltado para o desenvolvimento de tecnologias, inovação e principalmente para o desenvolvimento regional. A visita foi acompanhada por Ricardo Pinto,técnico do Brigantia-EcoPark.

Para o professor Juliano Cristhian da Silva, a visita teve o objetivo de verificar o funcionamento de uma incubadora de empresas com perfil tecnológico, considerando o perfil cultural da região, para entender as possibilidades de atuação quando os intercambistas retornarem aos campi. “Pois aqui temos uma região que possui uma economia voltada para as atividades agrárias e a incubadora que investe diretamente em empresas de perfil tecnológico. Isso nos mostra que é possível investir em áreas diversificadas, ao mesmo tempo em que se possibilita maior desenvolvimento à região”, explicou.

"Um ambiente como esse inspira soluções, trabalho compartilhado e inovação. Conhecer um ambiente assim, nos faz repensar a nossa prática docente e reformular o trabalho de modo que os alunos estejam aptos a ingressar e interagir em um ambiente cada vez mais voltado para o cliente, sem perder de vista que as soluções devem sempre atender as demandas sociais e ambientais", comentou a professora Quezia Rosa.

Participação de estudantes

Os estudantes Enzo Matos e Brenda Carrocia, que estão na cidade de Porto, no Instituto Politécnico do Porto, sob a orientação do Professor Juliano e que vieram para a palestra no IPB no dia 10 de abril, no evento “Empreendedorismo no Ensino Superior”, estenderam as atividades para a parte da tarde e foram ao Brigantia. “A visita a Bragança foi surpreendente.  A oportunidade proporcionada a nós de receber conhecimento de profissionais capacitados foi incrível, ver professores do IFRO fazendo a diferença, palestrando e transmitindo conhecimento para pessoas de outro país foi inspirador, não há limites para o conhecimento, quem quer faz, e essa lição vem sendo passada para nós a cada dia. Agradeço a oportunidade ao Instituto, ao professor Juliano, nosso responsável em Portugal e também à professora Quezia, pelo convite e pela oportunidade", comentou Brenda. 

 Na visita, os alunos puderam conhecer a estrutura de uma incubadora e a aplicação dos conceitos que são apresentados em sala de aula, além de vivenciar uma cultura empreendedora bem diferente da encontrada em Rondônia. "Nossa visita a Bragança foi, no mínimo, marcante. Tivemos a oportunidade de participar de um evento voltado ao empreendedorismo no Instituto Politécnico de Bragança, em que assistimos palestras sobre o assunto, participamos de uma dinâmica centrada no design de serviços que nosso professor ministrou junto à sua palestra no mesmo evento, visitamos pontos históricos e também o Ecopark Brigantia, uma espécie de incubadora e hub de empresas, que oferece um espaço apropriado para o desenvolvimento de novos negócios", disse Enzo.  

Sobre o Parque de Ciência e Tecnologia Brigantia-EcoPark

Segundo o professor Juliano, a construção do Brigantia-EcoPark foi pensada de forma sustentável, uma vez que o prédio produz sua própria energia através de captação solar, aproveitamento 100% das águas pluviais, controle da temperatura do prédio por meio de troca de calor com sistema de acesso à temperatura do subsolo. “Tudo isso resulta em um ambiente em que se respira sustentabilidade, inovação, desenvolvimento regional, empreendedorismo e principalmente uma harmonia entre as pessoas, pois encontramos empresas concorrentes compartilhando ideias e laboratórios para contribuir no crescimento da região”, destacou o docente.

Juliano observou que o Brigantia EcoPark oferece em sua estrutura laboratórios de pesquisa em diversas áreas, laboratório de prototipagem 3D, laboratório de impressão de circuitos, laboratório de mecânica, salas administrativas para as empresas se instalarem, salas de reunião, auditórios, “[...] além de uma infraestrutura de causar espanto, pois em um município de pouco mais de 35.000 habitantes encontramos este “sítio” que hoje oferece à Bragança desenvolvimento e sustentabilidade econômica, que mantém os egressos das universidades locais em sua região, ofertando todo ano muitas vagas de trabalho. Com isso, a economia da região muda e se desenvolve a cada nova empresa que se instala na incubadora”, salientou o docente.

Conforme o site da instituição, o Parque de Ciência e Tecnologia “Brigantia-EcoPark” integra o Parque de Ciência e Tecnologia de Trás-os-Montes e Alto Douro. Tem sua gestão realizada por uma sociedade privada sem fins lucrativos, que visa objetivos científicos e tecnológicos. É um espaço voltado para a ciência e tecnologia destinado tanto a empresas consolidadas quanto para as incubadas. As atividades do Parque são centradas em três áreas temáticas: energia, ambiente e eco construção. Saiba mais: https://bit.ly/2UsvvD3

  • Visita_Brigantia-EcoPark_-_Mobilidade_-_IFRO_1
  • Visita_Brigantia-EcoPark_-_Mobilidade_-_IFRO_10
  • Visita_Brigantia-EcoPark_-_Mobilidade_-_IFRO_2
  • Visita_Brigantia-EcoPark_-_Mobilidade_-_IFRO_3
  • Visita_Brigantia-EcoPark_-_Mobilidade_-_IFRO_4
  • Visita_Brigantia-EcoPark_-_Mobilidade_-_IFRO_5
  • Visita_Brigantia-EcoPark_-_Mobilidade_-_IFRO_6
  • Visita_Brigantia-EcoPark_-_Mobilidade_-_IFRO_7
  • Visita_Brigantia-EcoPark_-_Mobilidade_-_IFRO_8
  • Visita_Brigantia-EcoPark_-_Mobilidade_-_IFRO_9
Fim do conteúdo da página
-->