Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

IFRO publica livros com distribuição gratuita

Publicado: Segunda, 07 de Novembro de 2016, 09h36 | Última atualização em Segunda, 07 de Novembro de 2016, 14h42

04O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), através da Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (Propesp), lançou no IV CONPEX realizado no Campus Vilhena, quatro obras produzidas por servidores do instituto. As obras promovidas foram: “Aprendendo a pesquisar: estudos, vivências e experiências”; “Isotopias: narrativas, tempo e espaço”; “Metodologias alternativas de ciências para o Ensino Médio, técnico e tecnológico” e “Tchoukball: o esporte da paz no IFRO”. As obras publicadas foram aprovadas nos editais de 2013 e 2014. Além disso, o último edital lançado em 2014 e 2015, incluiu a aprovação de mais cinco novas obras, que estão em fase final de diagramação para posterior envio à gráfica.

De acordo com o Pró-Reitor de Pesquisa, Gilmar Alves Lima Júnior, atualmente a Propesp está trabalhando em um novo edital, com previsão de publicação ainda em 2016, com aceitação de propostas no primeiro trimestre de 2017. “O objetivo é publicar anualmente os editais para selecionar livros escritos por servidores do IFRO, alguns em parcerias com outras Instituições, e mais, publicar também comunicações técnicas”, afirmou o pró-reitor.

De linguagem mais acessível que os artigos periódicos especializados, os livros transmitirão conhecimento aos leitores de forma clara e compreensível. Segundo a organizadora da obra “Aprendendo a pesquisar: estudos, vivências e experiências”, Rosa Martins Costa Pereira, o livro tem uma linguagem mais atrativa do que os relatórios técnicos de pesquisa, abordando diferentes pesquisadores e seus modos de pensar e pesquisar. “Mais do que conhecimento sobre algo, nosso livro é fruto da nossa vida, do que aprendemos, ensinamos, vivenciamos como educadores, pesquisadores e estudantes”, declarou Rosa.

As pesquisas que originaram o livro “Isotopias: narrativas, tempo e espaço”, foram desenvolvidas, discutidas e aperfeiçoadas no Núcleo de Estudos Históricos e Literários do IFRO. As ideias e métodos foram construídos no cotidiano das leituras e discussões realizadas, inclusive as leituras autobiográficas. Conforme Xênia de Castro Barbosa, uma das autoras da obra, algumas leituras foram impactantes e desafiadoras, contribuindo para a escrita do último capítulo da obra. “Fiquei feliz porque entendo que a literatura genuína tem esse potencial, de nos ajudar a enfrentar a dor do mundo, questionar verdades, superar tabus e nos tornar mais sensíveis a tudo que é humano”, disse a autora.
O livro “Tchoukball: o esporte da paz no IFRO” surgiu no decorrer de um projeto de extensão. “A importância em divulgar essa modalidade esportiva não é somente em difundir o tema, mas possibilitar que o projeto seja replicado em outras realidades, promovendo esporte, saúde, educação e socialização”, ressaltou Iranira Geminiano de Melo, autora do livro. O título também conta com a participação de alunos que descrevem suas experiências e avaliações sobre esta modalidade e colaboração no projeto.

A participação de alunos em projetos de pesquisas, especificamente em obras literárias, sempre é uma oportunidade para os estudantes ampliarem seus conhecimentos, criando o senso crítico e de pesquisa. Além disso, contribui para a aplicação dos conhecimentos teóricos adquiridos em sala de aula, comprovando as teorias e métodos estudados, explicou Renato André Zan, um dos escritores de “Metodologias alternativas de ciências para o Ensino Médio, técnico e tecnológico”. O livro que apresenta propostas metodológicas das áreas de química, física, biologia, matemática e pedagogia aplicadas pelos autores ao ensino de ciências para ensino médio, técnico e tecnológico, tem a ideia de apresentar para a sociedade, de forma pública, os resultados de esforços para soluções de problemas através das pesquisas realizadas.

Os exemplares serão distribuídos gratuitamente para as escolas públicas, universidades, órgãos públicos em Rondônia e demais Estados.

Fim do conteúdo da página
-->