Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Estudante do IFRO é selecionado pela Embaixada Americana

Publicado: Sexta, 04 de Novembro de 2016, 09h54 | Última atualização em Sexta, 04 de Novembro de 2016, 14h20

lucasdebritoO estudante Lucas de Brito Silva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Ji-Paraná, foi selecionado para participar do Programa Jovens Embaixadores 2017, nos Estados Unidos. A seleção foi divulgada na última sexta-feira (28) pela embaixada americana e inclui mais 49 alunos da rede pública no projeto.

O Programa Jovens Embaixadores 2017, que teve seu período de inscrições entre os meses de maio e agosto é patrocinado pela Missão Diplomática dos Estados Unidos e por parceiros privados. Além disso, oferece um intercâmbio de três semanas entre a capital americana, Washington DC, e outras cidades próximas onde os estudantes ficarão hospedados.

Para Lucas de Brito Silva, o programa auxilia e influencia o jovem a fazer a diferença em sua comunidade, não só por ter um cunho social, mas por ser voltado ao desenvolvimento intelectual dos participantes em relação às melhorias em suas cidades e em seus trabalhos sociais. “Durante o programa, vamos até a capital dos Estados Unidos e participaremos de palestras, aulas e visitaremos os principais órgãos da cidade, inclusive a Casa Branca. Depois seremos divididos em grupos, sendo que cada um irá para uma cidade-estado anfitrião, onde participaremos de trabalhos voluntários, estudaremos em escolas locais e moraremos em casas de famílias americanas”, declara o aluno.

Os estudantes foram selecionados mediante desempenho escolar, bom nível de domínio do inglês e também bom relacionamento com sua escola e comunidade. Outro critério para a seleção foi o fato de terem realizado algum trabalho voluntário por pelo menos um ano.

O intercâmbio que começará no dia 13 de janeiro e terminará no dia 04 de fevereiro, levará os brasileiros a participarem de reuniões com autoridades locais e líderes comunitários, onde os mesmos farão apresentações sobre a cultura e o povo brasileiro. Ainda conforme o estudante, o programa o auxiliará a desenvolver o senso crítico. “Poderei aplicar os conhecimentos adquiridos no meu trabalho voluntário e até mesmo desenvolver novos projetos. Estou super ansioso pela viagem”, finalizou Lucas.

Fim do conteúdo da página
-->