Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Grupo musical do IFRO se apresentou no Hospital de Câncer de Barretos

Publicado: Segunda, 21 de Dezembro de 2015, 12h01 | Última atualização em Terça, 05 de Janeiro de 2016, 10h06

A Camerata do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), campus Porto Velho Calama, apresentou peças eruditas, populares e internacionais para os pacientes do Hospital de Câncer de Barrretos na capital. O pequeno concerto iniciou às 9 horas na manhã de sexta-feira (11), no hall de entrada do hospital.

A Camerata está sob a regência da professora Ana Cássia Silvestre e é composta de um grupo musical seleto, de poucos integrantes, que se especializam em executar composições do gênero específico ou a chamada música de câmera. A professora ressaltou que a participação teve o objetivo de proporcionar bem estar aos pacientes “levar um pouco de acalento aos pacientes que estão passando por um momento delicado e que merecem o nosso carinho. A música por si só tem esse poder, ao entrar em contato com ela, a pessoa resgata boas memórias e a felicidade vem à tona, e com ela a sensação de bem estar”, afirmou Ana Cássia.

Ainda segundo ela, o contato dos alunos com os pacientes é importante para a formação humana “colocar esses jovens em contato com esses pacientes os faz repensar sobre a vida e, consequentemente, os torna mais humanos; a música que eles fazem não serve somente para ser ouvida, mas principalmente sentida”, relatou.

Os pacientes, acompanhantes, equipe de funcionários do hospital e voluntários assistiram a apresentação do grupo musical de estudantes do IFRO. O senhor Evaldo, paciente que está em tratamento no hospital, revelou seu amor pela música. Segundo ele, durante a juventude, no Estado do Espírito Santo, fez parte de um grupo de música sacra onde cantava e tocava gaita. A convite de algumas pessoas ele realizou uma breve apresentação.

A enfermeira, Larissa Venâncio, destacou a importância da música para as pessoas “lágrimas de alegria são muito bem-vindas. A música é uma bela maneira de trazer paz e leveza para nosso cotidiano. É emocionante ver as pessoas celebrando” concluiu. A Psicóloga, Tácia Barreto, afirmou que a apresentação do grupo musical foi muito boa para todos “atividades como essa, são especiais para todos os envolvidos. Funcionários, pacientes, estudantes, todos que estiveram aqui hoje levam sentimentos de carinho, de aprendizado e solidariedade”, disse ela.

Ao todo, 18 integrantes compõe a Camerata do campus Porto Velho Calama: 2 vocais, 6 violinos, 2 violas, 4 violoncelos, 2 flautas, 1 sax soprano e 1 baixo elétrico. As músicas escolhidas para a apresentação foram: Adágio in G Minore, Albinoni; Luar do Sertão, Cátulo da Paixão Cearense; Beethoven Five Secrets, Piano Guys; Palladio, Karl Jenkins, entre outras.

Fim do conteúdo da página
-->