Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Mec reconhece curso de Física do IFRO com a maior nota de Rondônia

Publicado: Segunda, 21 de Dezembro de 2015, 11h59 | Última atualização em Terça, 05 de Janeiro de 2016, 10h07

O Ministério da Educação (MEC) divulgou o relatório preliminar de avaliação reconhecendo o curso de Licenciatura em Física do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) com a nota 4. De acordo com a plataforma e-MEC[1], esse desempenho coloca a instituição com a maior nota dos cinco cursos reconhecidos no Estado de Rondônia. No final de novembro a comissão de avaliadores ad-hoc do MEC esteve no campus Porto Velho Calama para realizar o processo de avaliação do curso.

Para reconhecimento do curso de graduação foi necessário atender aos requisitos legais do MEC. Em síntese, o processo funciona da seguinte forma: os cursos têm início com a autorização para oferta de vagas. Após 50% de conclusão da carga horária, o curso pode ser avaliado para emissão do reconhecimento. Ao final de cada ciclo avaliativo do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) deve ser feita a renovação de reconhecimento.

A comissão utilizou como método o instrumento de avaliação de cursos de graduação vinculado ao sistema e-MEC. Além dos requisitos legais e normativos, este é um instrumento de avaliação padrão que abrange as seguintes dimensões: organização didático-pedagógica, corpo docente e tutorial e infraestrutura.

Com o intuito de verificar as informações disponibilizadas pelo IFRO no sistema e-MEC, foram analisados in loco os seguintes documentos: o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), o Projeto Pedagógico do Curso (PPC), os relatórios de autoavaliação e demais relatórios do IFRO. A comissão também conversou com os gestores responsáveis e com os estudantes, realizando as considerações “o processo avaliativo ocorreu dentro da normalidade com estreita colaboração dos gestores do IFRO, da coordenação do curso, do corpo docente e dos técnicos administrativos”, conforme parecer.

As notas para as dimensões avaliadas foram: 3,9 para organização didático-pedagógica, 4,1 para corpo docente e tutorial e 4,2 para infraestrutura, totalizando como conceito final a nota 4.

A coordenação de curso e direção geral ressaltou a importância da dedicação do corpo docente, técnico e discente do campus. O professor Cléver Reis Stein enfatizou que o grande desafio é manter a qualidade e buscar chegar a nota 5, que é máxima “estaremos sempre em busca de alcançarmos nossa missão de promover a educação científica e tecnológica de excelência, por meio das atividades de ensino, pesquisa e extensão, para a formação de cidadãos comprometidos com a sustentabilidade da sociedade”, concluiu.

Fim do conteúdo da página
-->