Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Ações em parceria com a Embrapa ganham celeridade

Publicado: Terça, 26 de Julho de 2016, 09h03 | Última atualização em Quinta, 28 de Julho de 2016, 08h44

CNF 0038Representantes do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) reuniram-se em Brasília, no início deste mês, para discutir as primeiras definições e as próximas etapas do Acordo de Cooperação Técnica que prevê o fortalecimento da educação profissional e da inovação nas cadeias produtivas do setor agropecuário brasileiro.

O acordo abrange a elaboração e/ou adaptação de material didático; a estruturação e implantação de cursos presenciais de especialização técnica em nível médio e em nível superior; a oferta de cursos a distância e o desenvolvimento de pesquisa e inovação. Cada uma dessas iniciativas será planejada por grupo de trabalho (GT) específico.

Para o coordenador da Câmara de Educação do Campo do Conif e reitor do Instituto Federal Baiano (IF Baiano), Geovane do Nascimento, as ações previstas trarão resultados expressivos. “Os eixos contemplam pontos estratégicos para a formação profissional e contribuirão para incrementar os projetos de pesquisa e extensão demandados pelos diferentes arranjos produtivos dos setores agropecuário e industrial, com destaque às ações em prol do desenvolvimento sustentável de pequenos e médios agricultores e daqueles que têm interesse em atuar no setor agropecuário”.

De acordo com o reitor do Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS), Marcelo Bregagnoli, que acompanhou o processo de definição do acordo, as ações serão efetivadas em 2017 e alcançarão cerca de 200 unidades agrícolas da Rede Federal. “As proposições dos GTs serão apresentadas e amplamente debatidas em setembro, durante a Reditec. Na sequência, estabeleceremos o cronograma de cada eixo, com a expectativa de que as primeiras atividades sejam efetivadas já no primeiro semestre”, disse.

Reunião – Uma das propostas apresentadas durante a reunião é a possível oferta de vagas de estágio nos centros da Embrapa. Também ficou definido que o Conif deverá realizar um diagnóstico das potencialidades da Rede Federal, com o objetivo de levantar cursos, publicações, pesquisas e projetos de inovação que tenham relação com as cadeias produtivas do setor agropecuário brasileiro. A partir disso, será promovida uma série de eventos técnico-científicos.

Participaram do encontro os reitores Marcelo Bregagnoli (IFSULDEMINAS), Roberto Gil Rodrigues Almeida (IFTM), José Bispo Barbosa (IFMT), Vicente Pereira de Almeida (IF Goiano), Geovane Barbosa do Nascimento (IF Baiano) e Uberlando Tiburtino Leite (Ifro); o diretor-executivo de Transferência de Tecnologia da Embrapa, Waldyr Stumpf Junior; o chefe do Departamento de Transferência de Tecnologia (DTT-Embrapa), Fernando do Amaral Pereira, e a assessora do DTT, Lilian de Sousa Costa Pohl. 

Fonte: Assessoria de Comunicação Conif

Fim do conteúdo da página
-->