Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Coordenação de Pós-Graduação

Publicado: Quinta, 14 de Abril de 2016, 12h27 | Última atualização em Quinta, 12 de Mai de 2016, 16h51 | Acessos: 5311

A Coordenação de Pós-Graduação é o setor que tem como objetivo planejar, coordenar, supervisionar e orientar a execução das atividades relacionadas à pós-graduação no âmbito do IFRO.

Gisele Caroline Nascimento dos Santos

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Fone: (69) 2182-9608

I. definir a política de Pós-Graduação do IFRO;

II. planejar, gerir, acompanhar, apoiar e avaliar as atividades da Pós-Graduação;

III. elaborar regimento ou regulamentação relativa à Pós-Graduação “lato sensu” e “stricto sensu” no âmbito do IFRO;

IV. deliberar, juntamente com as unidades do IFRO, sobre a criação, agregação, desmembramento, incorporação ou fusão e extinção de cursos e programas de Pós-Graduação;

V. emitir parecer, quando solicitado pelo Pró-Reitor, sobre todas as questões de ordem didática, científica e administrativa relacionadas à Pós-Graduação lato sensu e stricto sensu;

VI. incentivar, junto as unidades do IFRO, a elaboração de projetos de cursos de pósgraduação, de acordo com a demanda regional e a vocação de cada Campus;

VII. propor e analisar propostas de alterações do Regimento Interno da Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação;

VIII. buscar parcerias visando celebração de contratos, convênios para a realização de cursos de pós-graduação;

IX. celebrar parcerias com Instituições públicas ou privadas visando à realização de cursos de pós-graduação;

X. opinar sobre a celebração de contratos e convênios referentes ao ensino de pósgraduação;

XI. propor ações de capacitação à nível de pós-graduação para os servidores do IFRO; XII. regular a participação de servidores em cursos de pós-graduação;

XIII. fomentar a capacitação de servidores do IFRO; XIV. elaborar plano de ação anual da coordenação de Pós-Graduação; e

XV. praticar todos os demais atos inerentes a seu campo de atuação.

vazio

Apoiado na Política de Capacitação dos servidores do IFRO, bem como no Programa de Pós-graduação da Instituição e Plano de Desenvolvimento Institucional que prevê a oferta de cursos de graduação e pós-graduação lato e stricto sensu, o IFRO tem investido na Formação continuada dos seus servidores.

A ampliação da formação acadêmica (titulação) dos servidores do IFRO atualmente é uma das frentes de trabalho da Coordenação de Pós-Graduação/PROPESP. O IFRO tem trabalhado na busca de parcerias que venham a contemplar áreas ainda não atendidas nas parcerias já firmadas.

Entre os anos de 2010 e 2015, foram firmados Termos de Cooperação para oferta de cursos de Mestrado e Doutorado, aprovado e submetidas propostas do Doutorado Interinstitucional (DINTER). Segue abaixo a lista com informações sobre estas ações, número de vagas ofertadas e estágio de funcionamento dos cursos de Pós-graduação Lato e Stricto Sensu para servidores:

  • Instituto Federal do Amazonas (IFAM) e Instituto Federal do Acre (IFAC) – Parceria para oferta do Curso de Formação Pedagógica para Docência na Educação Profissional e Tecnológica–EaD – para capacitar 50 servidores do IFRO em 2015.
  • Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) - formação de 17 Mestres em Ciências no segundo semestre de 2014 pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Agrícola (Mestrado Acadêmico);
  • Instituto de Pesquisas em Energéticas Nucleares – Universidade de São Paulo (IPEN/USP) – Assinatura do Acordo de Cooperação em Outubro de 2014 para capacitar 40 (quarenta) servidores do IFRO, sendo 20 (vinte) para o mestrado e 20 (vinte) para o Doutorado em Tecnologia Nuclear, com início em 2015;
  • Instituto de Pesquisas de Produtos Naturais - Universidade Federal do Rio de Janeiro (IPPN/UFRJ) – Aprovação do Curso de Doutorado Interinstitucional em Química de Produtos Naturais para capacitar 14 servidores docentes e técnicos-administrativos (Edital nº 23/2014 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES);
  • Centro de Desenvolvimento Sustentável – Universidade de Brasília (CDS/UnB) – Submissão de Proposta de Mestrado Interinstitucional em Desenvolvimento Sustentável junto ao edital 23/2014 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES, para capacitação de 20 (vinte) servidores;
  • Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) – O IFRO participa do Convênio de Cooperação Técnica, didática e científica celebrado entre várias instituições para a Implantação do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática da Rede Amazônica de Ensino de Ciências e Matemática (REAMEC) – No ano de 2014 houve a aprovação de 7 (sete) servidores do IFRO no Programa;
  • Universidade Federal de Rondônia (UNIR) – O IFRO possui parceria com a UNIR por meio do Termo de Cooperação nº 08/IFRO/2013 para capacitar 25 (vinte e cinco) servidores do IFRO no Mestrado Profissional em Educação Escolar. A turma iniciou em 2014 e há previsão para capacitar mais 11 (onze) servidores na segunda turma a ser iniciada em 2015.
  • Universidade Federal de Pernambuco – 6 (seis) servidores do IFRO cursam o Mestrado Profissional em Ciência da Computação por meio do Termo de cooperação (Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica – SETEC) que o IFRO participa junto a outras instituições.

 

Informações sobre os cursos e parcerias

 

Mestrado em Educação Agrícola

O programa visou promover a formação e capacitação de 18 (dezoito) profissionais Docentes e Técnicos-administrativos do IFRO e 12 (doze) profissionais Docentes e Técnicos-administrativos do IFAC no curso de Pós-graduação Stricto Sensu, em nível de Mestrado, do Programa de Pós-graduação em Educação Agrícola – PPGEA da UFRRJ, foi um plano de trabalho elaborado em comum acordo entre as partes que integra o presente instrumento. O projeto surgiu da necessidade de formação desses servidores atuantes dentro do Sistema Nacional de Ensino Agrícola, mais especificadamente nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia.

Mestrado Profissional em Educação Escolar


Em novembro de 2013, o Instituto Federal de Rondônia (IFRO) firmou um termo de cooperação com a Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), visando a produção de pesquisas socialmente relevantes para o Estado de Rondônia e que atendam as especificidades institucionais e demandas regionais. Foram disponibilizadas, inicialmente, 25 (vinte e cinco) vagas para servidores do IFRO e 5 (cinco) vagas destinadas à demanda social no Mestrado Profissional em Educação Escolar, recomendado pela APCN/CAPES em 05/03/2013. O Programa está diretamente vinculado ao Núcleo de Ciências Humanas e ao Departamento de Ciências da Educação, sendo que sua implantação e acompanhamento são realizados pela Pró-Reitoria de Pós-graduação e Pesquisa da UNIR.

Em julho de 2015, foi assinado novo Termo de Cooperação Técnico-Científica entre UNIR, IFRO e IFAM, cujo objeto é promover a formação e capacitação de 22 (vinte e dois) profissionais Docentes e Técnico-Administrativos, sendo 11 (onze) servidores do IFRO, e 11 (onze) servidores do IFAM para a demanda universal, no curso de Pós-Graduação Stricto Sensu, Mestrado Profissional, do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar da UNIR. Ratificando que as vagas disponibilizadas por meio deste Termo de Cooperação serão destinadas aos servidores integrantes do quadro de pessoal efetivo do IFRO e do IFAM.

O Programa está diretamente vinculado ao Núcleo de Ciências Humanas e ao Departamento de Ciências da Educação sendo que sua implantação e acompanhamento são realizados pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da UNIR.

 

Linhas de pesquisa

 

Práticas pedagógicas, Inovações curriculares e tecnológicas


Realiza pesquisas e intervenções que contribuem para a melhoria e desenvolvimento das práticas pedagógicas escolares nas diversas áreas do conhecimento e em seus diversos tempos e espaços educativos, nas diferentes etapas e modalidades da educação básica, considerando as relações sociais para a produção subjetiva e material, a diversidade cultural e as necessidades de aprendizagens dos alunos. Propõe alternativas pedagógicas e tecnológicas inovadoras e de currículos e programas que contemplem a diversidade dos saberes na perspectiva intercultural e crítica para a transformação das escolas, da universidade e da sociedade. Investiga e analisa a formação inicial e continuada de professores e os processos de gestão desenvolvidos nos sistemas educacionais e seus impactos para a melhoria da qualidade da educação básica.

DINTER em Química de Produtos Naturais


Para que esta Instituição consiga desenvolver atividades de pesquisa aplicada e ofertar cursos de pós-graduação Stricto Sensu (Mestrado e Doutorado) – que são objetivos institucionais definidos na Lei de criação dos Institutos Federais de Educação (Lei 11.892/2008) e no seu Plano de Desenvolvimento Institucional - é de suma importância a realização de parcerias com Instituições em excelência na oferta de pós-graduação e, assim, capacitar seus Servidores. Ao considerar a qualidade do PPGQPN e o alinhamento entre as Linhas de Pesquisa desse Programa com as perspectivas de atuação e objetivos do IFRO, a parceria entre o UFRJ-IFRO, por meio do seu Programa de Pós-Graduação em Química de Produtos Naturais, possibilitará essa elevação de titulação de parte dos Servidores do Instituto e a UFRJ contribuirá, de forma efetiva, para a formação e fixação de pessoal altamente qualificado na Região Norte do país; favorecendo a elevação da quantidade e da qualidade das pesquisas científicas desenvolvidas na Região, bem como melhorando os baixíssimos índices educacionais ocorrentes na Região e Estado.

Com a formalização dessa parceria, objetivando a oferta de vagas no Programa de Pós-Graduação em Química de Produtos Naturais – PPGQPN, pretende-se ofertar até 20 (vinte) vagas para doutorado no referido Programa.

São objetivos e metas da qualificação de servidores do IFRO na área de Química de Produtos Naturais:

  1. a) Viabilizar a formação e titulação de docentes e técnicos de diferentes áreas de conhecimento - tais como Química, Agronomia, Biologia, Ciência dos Alimentos, Engenharia Ambiental e outras áreas afins ao programa - em nível de doutorado;
  2. b) Contribuir para a criação e consolidação de linhas e grupos de pesquisas do IFRO, que atendam às necessidades locais e regionais;
  3. c) Possibilitar o progresso qualitativo e quantitativo e a consistência da produção científica do coletivo de servidores-pesquisadores das áreas de Química, Agronomia, Biologia, Ciência dos Alimentos, Engenharia Ambiental e Física do IFRO;
  4. d) Estabelecer parceria colaborativa, duradoura e sistemática entre os grupos de ensino e pesquisa em Química de Produtos Naturais atualmente em atividade nas instituições parceiras e, posteriormente, entre o PPG em Química de Produtos Naturais/UFRJ e PPG Química de Produtos Naturais IFRO.

Com a formalização dessa parceria, objetivando a oferta de vagas no Programa de Pós-Graduação em Química de Produtos Naturais – PPGQPN, pretende-se ofertar até 20 (vinte) vagas para doutorado no referido Programa.

Áreas de Concentração


  1. Fitoquímica (Química de Plantas Medicinais, incluindo Quimiossistemática Vegetal e Atividade Biológica de Produtos Naturais)
  2. Síntese de Produtos Naturais (Síntese Orgânica)
  3. Metodologias Analíticas
  4. Química Medicinal
  5. Modelagem Molecular
  6. Espectroscopia

Mestrado e Doutorado em Tecnologia Nuclear IPEN/IFRO


O Programa de Pós-Graduação em Tecnologia Nuclear do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares – IPEN tem por finalidade a formação de pesquisadores em nível de Mestrado e Doutorado nos campos da Tecnologia Nuclear e áreas correlatas, com o aprimoramento científico dos diplomados em vários cursos de graduação. Vale ressaltar que este curso é, para a grande a maioria dos estudantes, o primeiro contato com a energia nuclear, uma vez que, em geral, não existem nos cursos de graduação disciplinas nessa especialidade. O Programa de Tecnologia Nuclear está vinculado à Pós-Graduação da Universidade de São Paulo, por meio da Portaria USP nº 905, de 16/03/1976 e é recomendado pelo Ministério da Educação e Cultura – MEC por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES, tendo obtido no decorrer dos últimos anos o conceito "6" nos cursos de Mestrado e Doutorado.

Essa proposta tem por finalidade viabilizar o acesso dos servidores do IFRO a ações de formação continuada e da realização de visitas e estágios técnicos junto a espaços de excelência técnica e científica na temática do curso. Essas atividades são propostas com a finalidade de favorecer um melhor conhecimento e integração entre Educação Profissional, Técnica e Tecnológica e sua interface com as soluções técnicas demandadas pela sociedade na perspectiva de produção de pesquisas relevantes aos demais institutos da rede federal e à sociedade em geral. Ao todo serão 40 vagas, sendo 20 destinadas ao Mestrado e 20 ao Doutorado.

Áreas de concentração:

  • a) Tecnologia Nuclear - Aplicações (TNA);
  • b) Tecnologia Nuclear e Materiais (TNM)
  • c) Tecnologia Nuclear - Reatores (TNR).

vazio

Instituto Federal de Rondônia

Pró-reitoria de Desenvolvimento Institucional

Av. 7 de Setembro, 2090 - Nossa Senhora das Graças - Porto Velho/RO - 76.804-124 - Porto Velho/RO

Fone / Fax: (69) 2182-9608

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

Fim do conteúdo da página