Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

A paródia foi trabalhada enquanto meio de conscientização ambiental no Campus Guajará-Mirim

Publicado: Quarta, 04 de Dezembro de 2019, 14h45 | Última atualização em Quarta, 04 de Dezembro de 2019, 14h45 | Acessos: 64271

Paródia 1O IFRO (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia), Campus Guajará-Mirim, realizou o Projeto “A paródia como meio de conscientização ambiental”. Desenvolvido de forma interdisciplinar pelas professoras das disciplinas de Biologia e Geografia, o projeto teve o objetivo de despertar o senso crítico dos alunos relacionado à importância dos cuidados ambientais através da elaboração de paródias musicais.

Participaram estudantes dos segundos anos do matutino e vespertino dos cursos Técnico em Suporte e Manutenção em Informática Integrado ao Ensino Médio e Técnico em Biotecnologia (matutino). O projeto iniciou no mês de outubro e as apresentações a toda a comunidade escolar foram nos dias 26 e 27 de novembro, no pátio do Campus Guajará-Mirim.

Segundo as coordenadoras Elisângela dos Santos Monteiro (Geografia) e Luciana Alves Ranzula (Biologia) a exposição das paródias elaboradas pelos alunos buscou despertar a consciência crítica da comunidade escolar para os cuidados ambientais de forma lúdica. A ação levou em consideração que a Educação Ambiental é um conteúdo interdisciplinar, pois faz parte do cotidiano e reflete as ações humanas, sendo a escola um dos locais a iniciar o processo de conscientização para tais cuidados.

“O aprendizado não acontece de forma satisfatória quando se trabalha com conteúdos meramente teóricos, logo o interesse dos alunos pelos cuidados ambientais foi ampliado quando houve a união do conteúdo com o lúdico, que neste caso a elaboração das paródias por eles. O objetivo de levar os resultados para apresentação à comunidade escolar, os motivou e pode-se observar que os expectadores compreenderam a mensagem transmitida”, afirmou a professora Elisângela Monteiro.

As questões ambientais ganham repercussão global quando ocorrem grandes impactos causados por poluentes e desmatamento em grande escala, advindos do processo de desenvolvimento dos países e da falta de consciência da população. A estudante do Técnico em Biotecnologia, Jamily Nobre Ramos, considerou o projeto muito bom, “pois com os problemas ambientais que vem ocorrendo, saíram várias matérias sobre o assunto na mídia, mas com o tempo caíram no esquecimento, é importante esse trabalho com os alunos, pois nunca devemos esquecer o quanto precisamos preservar esta enorme porção de terra que é a Amazônia”.

Nicolly Mary Roca, da turma de Informática, comentou: “foi um projeto interessante, em que os alunos conseguiram adquirir mais conhecimentos sobre a Amazônia e a importância que ela possui em nossa vida. Com a elaboração da paródia e as aulas que tivemos sobre o assunto, compreendemos que a Amazônia é um patrimônio mundial e todos têm o dever de preservá-la. Porém temos que construir uma nova visão sobre ela, um olhar de preservação e tirar esta obsessão que a maioria das pessoas têm de vê-la somente como fonte de lucro, onde muito se extrai e pouco se preserva, pondo em risco toda a biodiversidade e recursos naturais. Mesmo com diversos órgãos de preservação, os índices de devastação anual são preocupantes, por isso a importância de conscientizar ao máximo a população, principalmente a futura geração”.

No segundo semestre, os alunos dos segundos anos tiveram conteúdos ministrados em sala sobre o assunto Amazônia. “O projeto ajudou a melhorar o interesse pelos cuidados ambientais, pois é uma forma interativa de buscar informações e fazer pesquisas para saber a atual situação em que estamos e buscar uma forma de conscientizar as pessoas através da música, neste caso a paródia”, afirmou Cryslan Érick Vieira Ferreira, do Técnico em Suporte e Manutenção em Informática.

Do mesmo curso, Eduarda de Paula Soares Ojopi, mostrou que “o projeto proporcionou uma aprendizagem enorme sobre nosso cotidiano de forma divertida e criativa. Eu gostei muito de produzir uma paródia sobre este conteúdo, sendo ele uma preocupação para todo o país”.

“Como parte da realidade vivenciada pela comunidade escolar em sua vida, além dos muros da escola, é importante que compreendam a importância de cada ação relacionada ao meio ambiente e suas consequências na atualidade e nas gerações futuras. Rondônia é um estado que faz parte da Amazônia Legal, por isso abordamos a degradação deste bioma como base, pois faz parte da realidade dos alunos”, completam as professoras coordenadoras do projeto.

  • Paródia_1
  • Paródia_2
  • Paródia_3
  • Paródia_4
  • Paródia_5
  • Paródia_6
  • Paródia_7
  • Paródia_8
Fim do conteúdo da página
-->