Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Projeto trabalhou primeiros socorros na escola Alkindar Brasil em Guajará

Publicado: Terça, 20 de Novembro de 2018, 12h15 | Última atualização em Terça, 20 de Novembro de 2018, 12h15 | Acessos: 681

Projeto Primeiros Socorros 3Ações de promoção da saúde para aplicação de primeiros socorros em situações de urgência e emergência no ambiente escolar foram realizadas pelo IFRO (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia), Campus Guajará-Mirim. O “Saúde na Escola” teve como público professores e alunos da escola E.E.E.F.M Alkindar Brasil de Arouca do município de Guajará-Mirim e discentes do IFRO. A ação foi no dia 30/10, e levou promoção da saúde para aplicação de primeiros socorros em situações de urgência e emergência no ambiente escolar.

 Para a Enfermeira do Campus Guajará-Mirim, Naiza Nunes Violato, “crianças e adolescentes passam grande parte do seu tempo no ambiente escolar tornando-se susceptíveis a toda forma de acidentes. Os professores tornam-se peças fundamentais para prestarem os primeiros socorros em situações de urgência e emergência, evitando assim, maiores complicações”. A bolsista Jenifer Alves afirma que “o projeto Primeiros Socorros contribuiu diretamente em situações de urgência e emergência, que acontecem fora do ambiente hospitalar. O projeto promove ações de promoção da saúde no ambiente escolar, possibilitando capacitar professores, alunos e demais funcionários, para esclarecer informações errôneas dos procedimentos de primeiros socorros e urgência”.

O curso primeiros socorros propôs gerar ações de promoção e educação em saúde para prevenção de agravos que deverão influenciar direta ou indiretamente na qualidade de vida no ambiente escolar. “A ideia surgiu da conversa com o Enfermeiro do Campus Guajará-Mirim, Phellype Kayyaã da Luz, devido à percepção da falta de preparo de nós mesmos em situações que necessite de primeiros socorros para auxiliar nossos colegas e alunos, vejo como um projeto inicial é importante para os docentes da escola escolhida que terá seguimento nos próximos anos”, complementa Naiza.

Segundo os organizadores, acredita-se que o projeto contribuirá no ambiente escolar em situações de emergências e urgências, principalmente por se tratar de um projeto na área da saúde para adolescentes, contribui diretamente com o eixo de promoção de uma vida saudável e do bem-estar para todos, em todas as idades. Por utilizar uma estratégia com metodologia lúdico-didática, assegura a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e ainda promove oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para o público participante. 

Warning: No images in specified directory. Please check the directoy!

Debug: specified directory - https://portal.ifro.edu.br/images/Jornalismo/11-NOVEMBRO-2018/20-11-18/alkindar

Fim do conteúdo da página
-->