Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

IFRO abre inscrições para o primeiro Curso Técnico em Vigilância em Saúde

Publicado: Quinta, 17 de Mai de 2018, 11h50 | Última atualização em Quinta, 17 de Mai de 2018, 11h50 | Acessos: 6224

Foto da fachada de Guajara

O novo curso do IFRO (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia), o Técnico em Vigilância em Saúde, ofertado no Campus de Guajará-Mirim, está com 40 vagas abertas no Processo Seletivo Simplificado 2018/2. O curso é na modalidade subsequente e o pré-requisito para se candidatar é ter concluído o Ensino Médio.

Atualmente, para o público com ensino médio completo, o campus oferta a graduação em Licenciatura em Ciências. “Agora a comunidade poderá contar com mais um curso, sendo esse de nível técnico, ou seja, com apenas dois anos de duração”, explica o Coordenador de Biotecnologia do Campus Guajará-Mirim, Marcelo Holanda.

O curso objetiva formar profissionais aptos a contribuir com a assistência prestada pelos serviços de saúde, reduzindo riscos e agravos que afetam a saúde da população, promovendo melhoria da qualidade de vida e fomentando a coesão dos setores de vigilância sanitária, epidemiológica, ambiental e saúde do trabalhador. A área de atuação para quem concluir o curso é em instituições de saúde públicas, privadas, serviços de vigilância, agências de vigilância, portos, aeroportos, fronteiras, entre outros.

Segundo o Coordenador, o novo curso “pode contribuir grandemente com a cidade e o Estado na formação de recursos humanos capacitados nessa área, já que são regiões com alta vigilância em virtude de ser área fronteiriça e com extensa área rural. Cabe ainda acrescentar sobre a importância e relevância desse curso, sendo que o Ministério da Saúde lançou, em 2009, o Programa de Formação de Profissionais de Nível Médio para a Saúde (PROFAPS) e consta em suas diretrizes a formação de profissionais Técnico em Vigilância em Saúde como área estratégica e prioritária, mostrando a necessidade global desse profissional no mercado”.

O Curso Técnico em Vigilância em Saúde será ofertado no período noturno e terá duração de dois anos em regime de matrícula semestral. Seguindo o catálogo de cursos do Ministério da Educação, o Campus Guajará-Mirim está no eixo de ambiente e saúde, devendo continuar a verticalização dos cursos neste perfil misto.

No campo da saúde, a vigilância está relacionada às práticas de atenção e promoção da saúde dos cidadãos e aos mecanismos adotados para prevenção de doenças. A partir daí a vigilância se distribui entre epidemiológica, ambiental, sanitária e saúde do trabalhador. “O profissional com essa formação estará apto a trabalhar nessas quatro áreas mencionadas, estando pronto para atuar no fluxo de pessoas, plantas, produtos em portos, fronteiras e aeroportos, assim como o fluxo de animais também; e desenvolvendo ações de controle e monitoramento de doenças, vetores e endemias”, conclui Marcelo.

Fim do conteúdo da página
-->