Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Campus Guajará-Mirim faz orientação sobre valorização da vida

Publicado: Quarta, 09 de Mai de 2018, 08h17 | Última atualização em Quarta, 09 de Mai de 2018, 08h17 | Acessos: 995

 Valorização da Vida Guajará 2O IFRO (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia), Campus Guajará-Mirim, está realizando ações de orientação sobre prevenção da automutilação e do suicídio. No dia 7 de março houve a primeira atividade junto aos estudantes do segundo ano do período vespertino do Curso Técnico em Manutenção e Suporte em Informática. Com sequência nos dias 19 e 20 de março com as turmas de Manutenção e Suporte em Informática do primeiro ano matutino e vespertino.

Segundo a Psicóloga Elainy da Silva Camilo Loiola, da Coordenação de Assistência ao Educando, entre as atividades realizadas estava a prevenção da automutilação com o objetivo de conversar sobre o assunto de forma assertiva e simplificada para gerar reflexão e, consequentemente, a diminuição dos casos. Assim como a prevenção ao suicídio, com a finalidade de debater e divulgar formas de prevenção para contribuir na instrução aos alunos, familiares e professores na promoção de cuidados.

A Assistente de Alunos do Campus Guajará-Mirim, Elaine Márcia, observa que o “desenvolvimento de ações que visam ao atendimento das demandas observadas pela Coordenação de Assistência ao Educando são de suma importância para o IFRO, uma vez que essa atividade biopsicossocial contribuirá para a formação de jovens cada vez mais participativos na sociedade”.

O estudante Luiz Gustavo Marques Dantas disse que “a atividade representou como a vida pode ser vista por outro ponto de vista, pois a maioria das pessoas que mais sofre não apresenta sentimentos de tristeza. Estas informações contribuirão para meu desenvolvimento pessoal e social da seguinte maneira: que nós precisamos ser mais gentis com as pessoas e que nem sempre a pessoa demonstra quando está triste. Nós precisamos nos preocupar mais uns com os outros”.

Anne Caroline S. Dias também avalia que a atividade representou "algo muito importante e que nos ensinou a entender que muitas pessoas quando estão passando por algum problema, mesmo que ela não demonstre, ainda há sinais que relevam. Temos que procurar pedir ajuda, mesmo que ela não saiba procurar ajuda, e de uma forma que não a magoe. Estas informações contribuíram para que nos alertar e ajudar uma pessoa que esteja passando por isso".

“Conforme previsto no plano de trabalho da Coordenação, a atividade será realizada nas demais turmas dos cursos técnicos integrados ao Ensino Médio”, conclui Elaine.

  • Valorização_da_Vida_-_Guajará_1
  • Valorização_da_Vida_-_Guajará_2
  • Valorização_da_Vida_-_Guajará_3
  • Valorização_da_Vida_-_Guajará_4
Fim do conteúdo da página
-->