Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Representantes do Campus Guajará-Mirim realizam visita à universidade da Bolívia

Publicado: Sexta, 04 de Mai de 2018, 11h17 | Última atualização em Sexta, 04 de Mai de 2018, 11h17 | Acessos: 1342

UAB IFRO 3

Por meio de visita à Universidade Autônoma do Beni/Bolívia (UAB), o IFRO (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia), Campus Guajará-Mirim, buscou novas formas de estreitamento binacional das relações de pesquisa, ensino e extensão.

“A visita gerencial à Universidade Autônoma do Beni e ao campo agrícola experimental foi de extrema relevância para o estreitamento das relações entre o IFRO Campus Guajará-Mirim e a UAB, prospectando futuras ações conjuntas no âmbito do ensino, pesquisa e extensão que objetivam o fortalecimento dessas atividades finalísticas com a formação de alunos com visão crítica e soluções inovadoras para os problemas das comunidades locais”, diz o Coordenador de Pesquisa do Campus Guajará-Mirim, Marcos Barros.

Houve reunião no gabinete do reitor interino, em que os professores de ambas as instituições se apresentaram, demonstrando as respectivas áreas de atuação. Atualmente, já é desenvolvida junto à UAB a parceria em relação aos cursos de Português, entre outras atividades. Uma das atividades projetadas na reunião é o Salão de Arte Brasil/Bolívia - “BraBol Internacional”, conforme sugestão do Professor de Artes, Carlos Bosquê.

Na reunião estava ainda presente a Bióloga Kally Alves de Sousa, que levou sugestões de projetos de orientações de controle biológicos, além dos docentes Rafael Vieira e André Menezes, visualizando oportunidades de futuras pesquisas binacionais voltadas para a área da medicina tropical.

O Diretor Interino da Carreira de Engenharia Agropecuária, Javier Enrique Fuentes Carina, ressaltou a ida ao campus da UAB, com apresentação da estrutura da instituição boliviana nas áreas de Engenharia Agronômica e de Administração de Empresas. “Trocamos impressões e além de nos apresentarmos fomos conhecendo as vias de possibilidades de intercâmbio de conhecimentos científicos, depois se deu uma visita aos alunos da carreira”. As possibilidades geradas após a visita foram ressaltadas pelo diretor, que ressaltou a ida “ao campo de produção e pesquisa da carreira de engenharia agropecuária, que tem por nome CIPA, a 12km da cidade Guayaramerín, a caminho de Cachuela Esperanza. Visitamos juntos e expusemos as pesquisas que temos em andamento e lá se pôde identificar as áreas em que o IFRO poderia cooperar conosco, especificamente com controle biológico e cultivo de cítricos e outros, elaboração técnica de bebidas alcoólicas ou licores, a extensão como meio de transmissão de tecnologia ao campesino etc”.

Para o Coordenador de Extensão, Phellype Kayyaã Luz, “foi dado um passo importante na internacionalização das ações do IFRO/Guajará-Mirim. Esperamos que a aproximação entre as duas instituições promova avanços no campo do ensino, pesquisa e extensão. Temos a pretensão de estreitar os diálogos visando estabelecer atividades em parceria com a Universidade do Beni voltadas para as reais necessidades da população de Guajará-Mirim e Guayaramerín”.

  • UAB-IFRO_1
  • UAB-IFRO_2
  • UAB-IFRO_3
  • UAB-IFRO_4
  • UAB-IFRO_5
  • UAB-IFRO_6
  • UAB-IFRO_7
  • UAB-IFRO_8
Fim do conteúdo da página
-->