Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

IFRO entrega carta de agradecimento em apoio à educação profissional para parlamentares

Publicado: Quarta, 06 de Novembro de 2019, 16h41 | Última atualização em Quinta, 14 de Novembro de 2019, 08h03 | Acessos: 298

IFRO Emenda de bancada 7

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia, reuniu na manhã de segunda-feira (04), no auditório da Reitoria (Porto Velho), parte da Bancada Federal do Estado e servidores da instituição para apresentação da emenda impositiva destinada ao IFRO. Os deputados federais Léo Moraes (Podemos), Mariana Carvalho (PSDB), Expedito Netto (PSD) e Mauro Nazif (PSB) participaram da solenidade e receberam carta de agradecimento em apoio à educação profissional em Rondônia.

O Pró-Reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, Gilmar Alves Lima Júnior, apresentou os projetos já desenvolvidos pelo IFRO nas áreas de ensino, pesquisa e extensão e a projeção de novas atividades propostas pela instituição nos próximos anos, como a construção do Campus Avançado São Miguel do Guaporé, reforma de laboratórios e reforço da infraestrutura dos campi em funcionamento, estruturação da Educação a Distância, clínica veterinária e fazenda do Campus Jaru, dentre outros. “Temos dez anos de atuação no estado, estamos em expansão, com quase vinte mil alunos e temos um compromisso indireto de chegar a, pelo menos, 100 mil rondonienses. São cerca de 1000 projetos de ensino, pesquisa e extensão sendo desenvolvidos. Hoje temos essa quantidade de alunos atendidos principalmente por ações de Educação a distância. Temos hoje 174 polos, com 92% dos municípios de Rondônia sendo atendidos. Além disso ofertamos cursos em toda a Amazônia Legal e expandimos nosso alcance para outros estados brasileiros. Seremos, provavelmente, o primeiro estado do país, a ofertar ensino técnico, graduação e pós-graduação em todos os municípios, dando oportunidade para todos estudarem, independente de estarem ou não próximos de grandes centros urbanos. E isso  é um desafio muito grande”, disse o gestor acrescentando que uma das metas do IFRO é a implantação de 14 centros de tecnologia (nos campi já instalados e nos municípios de Pimenta Bueno, Cerejeiras, Buritis e Machadinho do Oeste). “Com a implantação nós teremos acesso direto a 72% de empresas públicas e privadas de Rondônia e a 82% dos trabalhadores ocupados no estado. O objetivo desses centros é a resolução de problemas, ou seja, os setores público e privado poderão procurar os centros de tecnologias e  apresentarem problemas e nós do IFRO apresentaremos propostas de soluções em várias áreas do conhecimento, em especial àquelas relacionadas ao desenvolvimento de Rondônia”.   

Durante o evento, o Reitor do IFRO, Uberlando Tiburtino Leite, reforçou a importância das ações desenvolvidas pelo IFRO e das propostas de aplicação dos recursos oriundos de emenda parlamentar. “O IFRO tem sido beneficiado, não só esse ano, mas desde 2015, iniciamos com algumas emendas individuais e avançamos para emendas mais significativas de bancada, em 2019 conseguimos quase 12 milhões de reais, com o apoio da bancada federal. Quero agradecer aos membros da bancada, que perceberam que o IFRO tem um papel social a ser cumprido e, que estamos, na medida do possível, cumprindo. Esse novo valor de recursos traz o compromisso de ampliar a oferta, de chegar a novas localidades, de inserir mais pessoas nessas oportunidades que o IFRO apresenta, formando pessoas em Rondônia para que elas permaneçam, para que tenhamos profissionais qualificados que desenvolvam pesquisas e que deem continuidade ao desenvolvimento do nosso estado”, ressaltou.

A deputada Mariana Carvalho (PSDB), em sua fala, destacou o poder de transformação que a educação detém. “O lema de vocês ‘Educação que transforma’, não é só uma frase para ler, mas é o que a gente sente, e percebemos como ela transforma a vida de várias pessoas ao escutar os depoimentos dos alunos no vídeo e de muitos outros que não estão aqui, mas que vocês, no dia-a-dia, vivenciam. Acredito muito nessa oportunidade que o Instituto Federal oferece para os rondonienses e gostaria de deixar meus parabéns a vocês. A credibilidade que vocês passam através do trabalho e resultados apresentados faz com que nós, que estamos lá sendo a voz de vocês, tenhamos o orgulho de falar que o IFRO é referência no país e é modelo de gestão para todos os Institutos Federais”, disse.

Expedito Netto (PSD) reforçou seu compromisso com a educação, destacando que destinou “[...] 8 milhões de emendas de bancada para o IFRO. Eu acredito no Instituto Federal de Rondônia e sou um fã desta instituição. Acredito que a educação é a única forma de se mudar um país”, falou acrescentando que a diferença entre o Instituto Federal e outras escolas “[...]  é que aqui os jovens são preparados para o mercado de trabalho, trabalhando o jovem para ter uma profissão, também prepara o jovem para entrar em uma faculdade”.  

O deputado Léo Moraes (Podemos) relembrou as colaborações feitas ao IFRO pela bancada anterior e aproveitou para saudar o deputado Lucio Mosquini “[...] que é um grande entusiasta do Instituto Federal e coordenador da bancada, e comenta isso aos quatro cantos, dizendo que o custo-benefício do investimento é muito alto. Junto com o Uberlando temos discutido polos para áreas vulneráveis do Porto Velho, atendimento para os outros recantos do nosso estado, atendimento para os distritos da nossa capital”, falou frisando que o IFRO prepara, através do tripé ensino pesquisa e extensão, os alunos para que enxerguem o mundo que está fora das salas de aula, “[...] indo além da educação tradicional, falando de startups, incubadoras de empresas, robótica, ciência, tecnologia. Queria homenageá-los e que vocês continuem trabalhando em nível de excelência para o IFRO ser copiado pelos outros institutos federais. Isso é genuinamente rondoniense e faz parte do trabalho de vocês e nada é mais gratificante do que trabalhar em algo que gera resultados”.

Mauro Nazif (PSB), em seu discurso, relembrou a criação dos Institutos Federais, dentre eles o IFRO, que em 2007, não possuía sede administrativa em Porto Velho.  “Apresentei a emenda que foi aprovada depois de muito diálogo com o MEC, para que o IFRO tivesse como sede a sua capital”, falou acrescentando, ao analisar a questão, que “[..] entendemos que é na educação que fazemos as mudanças que nós queremos para o país, então é lutar por interesses que são do nosso país, de uma educação de melhor qualidade para os jovens e para todos nós. Parabéns ao IFRO, somos parceiros, estamos juntos”. 

Orçamento

O Reitor Uberlando Tiburtino Leite explica que o IFRO precisa da captação extra de recursos para o seu orçamento. “E já vem conseguindo nos últimos anos, em 2019 demos um avanço significativo, por meio da parceria com a bancada federal. Fomos contemplados por uma emenda parlamentar impositiva de R$ 11,7 milhões, da qual já foi desbloqueado quase R$ 10 milhões e esse recurso tem possibilitado o início obras de ambientes pedagógicos e administrativos também. A demanda é significativa, até 2022 a necessidade do IFRO é de R$ 55 milhões. É um investimento para contemplar todas as unidades presenciais e a distância”, informa Uberlando. Os R$ 9,1 milhões liberados possibilitaram a realização de obras e aquisição de equipamentos, mobiliários e de material bibliográfico para todas as unidades do instituto.

A respeito da indicação dos deputados e senadores neste ano, o Reitor destaca que o IFRO possui um trabalho de excelência que enseja o reconhecimento e uma imagem positiva junto à sociedade, o que contribuiu para a destinação dos recursos. “Aumentou para R$ 23,6 milhões, com complemento de R$ 7 milhões, totalizando mais de R$ 30 milhões para 2020, que servirão para investir nas diversas áreas do instituto”, conclui o Reitor.

 Compõem a bancada do Estado de Rondônia: Confúcio Moura (MDB), Acir Gurgacz (PDT) e Marcos Rogério (DEM); e os deputados federais Coronel Chrisóstomo (PSL), Jaqueline Cassol (PP), Léo Moraes (Podemos), Lucio Mosquini (MDB), Mariana Carvalho (PSDB), Silvia Cristina (PDT), Expedito Netto (PSD) e Mauro Nazif (PSB).

  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_1
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_10
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_11
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_12
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_13
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_14
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_15
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_16
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_17
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_18
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_19
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_2
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_20
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_21
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_22
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_23
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_24
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_25
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_26
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_27
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_3
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_5
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_6
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_7
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_8
  • IFRO_-_Emenda_de_bancada_9
Fim do conteúdo da página
-->