Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Divulgada bibliografia do Mestrado ProfEPT 2019

Publicado: Sexta, 05 de Outubro de 2018, 11h40 | Última atualização em Sexta, 05 de Outubro de 2018, 15h27 | Acessos: 3565

PROFEPT 2019 IMG MATERIA

Foi divulgada na segunda-feira (1º de outubro) a bibliografia para o processo seletivo do Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT) para as turmas de 2019.

De acordo com a coordenação do processo seletivo do ProfEPT, o edital para oferta de novas turmas está previsto para dezembro de 2018. Já a prova será realizada em 2019.

Grande parte das obras selecionadas está disponível on-line. Confira a bibliografia:

Bibliografia

  1. BERNSTEIN, Basil. A pedagogização do conhecimento: estudos sobre recontextualização. Cadernos de Pesquisa, n. 120, p. 75–110, nov. 2003. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15742003000300005&lng=pt&tlng=pt>.
  2. BORGES, Liliam Faria Porto. Educação, escola e humanização em Marx, Engels e Lukács. Revista Educação em Questão, v. 55, n. 45, p. 101-126, 2017. Disponível em: <https://periodicos.ufrn.br/educacaoemquestao/article/view/12747>.
  3. CIAVATTA, Maria. Ensino Integrado, a Politecnia e a Educação Omnilateral: por que lutamos? Revista Trabalho & Educação, v. 23, n. 1, p. 187–205, 2014. Disponível em: <https://seer.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/7693/5935>.
  4. FRIGOTTO, Gaudêncio. A interdisciplinaridade como necessidade e como problema nas Ciências Sociais. Ideação, v. 10, n. 1, p. 41–62, 2008. Disponível em: <http://e-revista.unioeste.br/index.php/ideacao/article/view/4143>.
  5. LEITE, Priscila de Souza Chisté. Materialismo Histórico-Dialético e suas relações com a pesquisa participante: contribuições para pesquisas em Mestrados Profissionais. Revista Anhanguera, v. 18, n. 1, p. 52–73, 2018. Disponível em: <http://pos.anhanguera.edu.br/wp-content/uploads/2017/03/revista-anhanguera-pesquisa-quali-2018.pdf>.
  6. MANACORDA, Mario Alighiero. Marx e a a pedagogia moderna. Campinas, SP: Editora Alínea, 2007.
  7. MOURA, Dante Henrique. Ensino médio integrado: subsunção aos interesses do capital ou travessia para a formação humana integral? Educação Pesquisa, v. 39, n. 3, p. 705–720, 2013. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ep/v39n3/10.pdf>.

    8. RAMOS, Marise Nogueira. História e política da educação profissional. Curitiba, PR: Instituto Federal do Paraná, 2014. Disponível em: <http://curitiba.ifpr.edu.br/wp-content/uploads/2016/05/História-e-política-da-educação-profissional.pdf>.
  1. SILVA, Gildemarks Costa e. Tecnologia, educação e tecnocentrismo: as contribuições de Álvaro Vieira Pinto. Rev. bras. Estud. pedagog., v. 94, n. 238, p. 839–857, 2013. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbeped/v94n238/a10v94n238.pdf>.
  2. ZANETTE, Marcos Suel. Pesquisa qualitativa no contexto da Educação no Brasil. Educar em Revista, n. 65, p. 149–166, 2017. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/er/n65/0104-4060-er-65-00149.pdf>. 

Sobre o Mestrado ProfEPT

O ProfEPT é um programa nacional em rede, com 36 polos ofertando o Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica. Em setembro de 2017, o Instituto Federal de Rondônia teve seu credenciamento aceito com a finalidade de iniciar seu primeiro curso de pós-graduação stricto sensu.

Na edição de 2018, o IFRO ofertou 22 vagas, no total. Onze vagas foram destinadas aos servidores do próprio IFRO, oito vagas para a ampla concorrência e três para as ações afirmativas. Nacionalmente, o ProfEPT ofertou 820 vagas. Em Rondônia, o curso é ofertado no Campus Porto Velho Calama, na modalidade semipresencial.

Fim do conteúdo da página