Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Proposta de novo campus recebe representante do MEC

Publicado: Quarta, 12 de Setembro de 2018, 19h21 | Última atualização em Sexta, 14 de Setembro de 2018, 16h25 | Acessos: 1130

Ifro 1

Representantes do Ministério da Educação/Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (MEC/SETEC) e do IFRO (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia) estiveram no dia 5 de setembro no município de São Miguel do Guaporé. O objetivo da viagem foi a avaliação in loco da estrutura existente para o funcionamento provisório de um novo campus da Rede Federal em Rondônia. O grupo também teve o objetivo de verificar a proposta de área para a implantação da unidade definitiva.

 “A proposta do Campus São Miguel do Guaporé está desde 2011, desde a aprovação dos campi Porto Velho Zona Norte e Cacoal. Mas em razão de uma indefinição quanto ao terreno para a localização do campus, porque havia a proposta de se repassar uma área que seria destinada à universidade, São Miguel ficou prejudicada com relação a essa definição. Então, houve a retomada da negociação após a implantação do Campus Jaru, e existe uma possibilidade muito próxima de que aconteça a liberação da unidade de São Miguel do Guaporé”, explica o Reitor do IFRO, Uberlando Tiburtino Leite. A expectativa é de que a autorização de funcionamento do campus seja publicada até o mês de outubro.

Após reunião na Prefeitura Municipal de São Miguel do Guaporé, foi realizada visita ao terreno já doado para o IFRO, seguida da ida a um segundo terreno, que foi colocado à disposição pelo poder público municipal. A área é mais ampla e possui uma estrutura física melhor para as futuras instalações do Instituto Federal. Com isso, foi solicitada a permuta de área.

Para o Engenheiro Civil e representante do MEC, Edson Silva da Fonseca, a ida a São Miguel do Guaporé foi bem proveitosa, com visitas em possíveis locais de instalação do campus. Segundo ele, a prefeitura sinalizou de forma positiva para regularização da área discutida, além da necessidade de asfaltamento do setor em que se negocia a instalação do IFRO.

Eles ainda fizeram vistoria no CEEJA Getúlio Vargas, onde já funciona o Polo de Educação a Distância, e que o IFRO oferta o Curso Técnico em Informática para Internet. “Temos parceria com o Governo do Estado, por meio da SEDUC, e o IFRO vai funcionar por cerca de um ano e meio no CEEJA Getúlio Vargas, dentro dessa unidade onde já funciona o polo de EaD do IFRO”, diz Uberlando Leite.

Conforme o Prefeito de São Miguel do Guaporé, Cornélio Duarte de Carvalho, este é um sonho para a região e que está se tornando uma realidade. “Estivemos hoje fazendo toda a parte que cabe a nós, que é a participação de parceria que compete ao poder público municipal quanto à doação do terreno e da infraestrutura que estiver ao nosso alcance para ajudar a ser instalado”, fala.

Ele afirma que a instalação de um campus no município é estratégica e atenderá aos municípios de Novo Horizonte do Oeste, Nova Brasilândia d'Oeste, Alvorada D'Oeste, Seringueiras, São Francisco do Guaporé e Costa Marques. “Essa parceria só tem a dar certo, porque é um município em um ponto estratégico. A população vai ser atendida, principalmente a desse setor da BR-429 da Zona da Mata, e vai ficar muito mais tranquilo para os pais e alunos virem estudar aqui em São Miguel do Guaporé. Dessa forma que encaminharemos essa parceria para que atenda a população de toda a região”, afirma o Prefeito.

IFRO

Atualmente o IFRO conta com mais de mil servidores em seu quadro efetivo, entre técnicos administrativos e docentes. Além da Reitoria em Porto Velho, nove campi compõem o Instituto Federal de Rondônia: Ariquemes, Cacoal, Colorado do Oeste, Guajará-Mirim, Jaru, Ji-Paraná, Porto Velho Calama, Porto Velho Zona Norte e Vilhena.

Fim do conteúdo da página