Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Professores de língua inglesa do IFRO participarão de curso nos Estados Unidos

Publicado: Sexta, 12 de Janeiro de 2018, 11h52 | Última atualização em Sexta, 12 de Janeiro de 2018, 11h54 | Acessos: 2464

Professores de Língua Inglesa IFRO 1

Cinco professores de inglês do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) embarcam neste final de semana para os Estados Unidos, onde participarão do Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa (PDPI). Eles foram selecionados através do edital da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e da Comissão para o Intercâmbio Educacional entre os Estados Unidos da América e o Brasil (Comissão Fulbright), que ofertou 479 vagas para todo o Brasil.

Os docentes vão realizar um curso intensivo de seis semanas em universidades nos Estados Unidos, com atividades acadêmicas e culturais. Os professores selecionados são Elisangela Lima de Carvalho Schuindt (Campus Porto Velho Zona Norte), Gicelma Claudia da Costa Xavier (Campus Vilhena), Greissi Cristina Sousa (Campus Porto Velho Zona Norte), Marcia Iolanda de Souza de Oliveira e Marco Venicio da Silva Pereira (Campus Ariquemes).

Segundo a Assessora de Relações Internacionais do IFRO, Laura Borges Nogueira, os professores receberão capacitação em metodologias de ensino de língua inglesa, e também terão imersão linguística e cultural. “Oportunidades como essas, acompanhadas de maturidade cultural e consciência da igualdade de todos os povos, podem propiciar a um profissional de língua inglesa a ampliação de conhecimento sobre abordagens de ensino de inglês e melhora da fluência na língua, obviamente”, ressalta.

A Professora Elisangela Lima, do Campus Porto Velho Zona Norte, que fará intercâmbio na Universidade de Delaware, na cidade de Newark (Delaware), explica que os professores do IFRO já estão realizando atividades através de ambiente virtual de aprendizagem. “Começamos uma discussão sobre ‘gerenciamento de sala de aula’ e todos os professores participantes do curso estão dando suas contribuições antes mesmo de chegarmos lá. Além de estudarmos a parte teórica sobre metodologias, estamos levando as ementas dos cursos que lecionamos aqui para podermos realizar o planejamento das nossas aulas, com a ajuda dos professores de Língua Inglesa da Universidade de Delaware”, esclarece a docente acrescentando que: “A expectativa é de aprimorar as técnicas e práticas de ensino de idiomas, utilizando abordagens mais criativas e tecnológicas. Além disso, ter contato com a cultura dos países que falam a língua que você leciona é sempre animador. Com certeza a experiência contribuirá muito para o melhor desenvolvimento do ensino de idiomas no Ifro. Precisamos estar sempre nos atualizando em relação às novas metodologias de ensino e a aplicação das mesmas”. 

Quem também vai para Newark no estado de Delaware é a professora Gicelma Claudia da Costa Xavier, do Campus Vilhena.  A docente fala que “o programa PDPI (programa de desenvolvimento profissional dos professores de inglês) é um presente para nós. Tem foco no desenvolvimento e aprimoramento das habilidades linguísticas dos professores, em práticas metodológicas, estudos curriculares e estudos culturais. Minha expectativa é a de poder atender à proposta e realmente aprimorar minhas competências enquanto professora de inglês, não apenas no aspecto linguístico, mas principalmente no aspecto metodológico. Acredito que a metodologia aplicada na sala de aula é um dos fatores primordiais para termos melhores resultados junto aos alunos”.

Marcia Iolanda de Souza leciona no Campus Ariquemes desde 2010.  A professora atua na educação há 17 anos e esta será sua primeira experiência de aprimoramento na língua inglesa fora do Brasil. “Acredito que será muito importante para o meu trabalho em sala de aula porque além de aprimoramento na língua teremos também uma parte do cronograma de atividades voltada para o desenvolvimento de metodologias no ensino de língua inglesa. Isso será ótimo! Também sou coordenadora do Centro de Idiomas no Campus Ariquemes e acho que essa experiência nos ajudará a promover melhor as atividades do centro”, informa a docente que realizará intercâmbio na Missouri State University em Springfield (Missouri).

Sobre o Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa

O programa criado pela CAPES busca capacitar professores de língua inglesa da educação básica em efetivo exercício nas redes públicas de ensino e estreitar as relações bilaterais entre os dois países. A capacitação valoriza professores que atuam nas redes públicas de educação básica, e ainda busca fortalecer o domínio das quatro habilidades linguísticas (compreender, falar, ler e escrever em inglês) e aprender metodologias de ensino, aprendizagem e avaliação que estimulem a participação do aluno em sala de aula.

Fim do conteúdo da página