Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Projeto Saber Viver fará audiências públicas para socialização do Prognóstico do Saneamento Básico dos municípios assessorados

Publicado: Segunda, 16 de Mai de 2022, 15h38 | Última atualização em Segunda, 16 de Mai de 2022, 15h39 | Acessos: 12565

IFRO Projeto Saber Viver

Tendo como objetivo informar e conscientizar a população sobre o prognóstico com os cenários atuais e futuros do saneamento básico dos municípios de Cabixi, Urupá, Novo Horizonte, Ministro Andreazza, Colorado do Oeste, Chupinguaia, Guajará-Mirim e Parecis será realizada a 3ª Audiência Pública para construção do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB). As audiências serão entre os dias 5 e 19 de maio de 2022, em cada localidade, promovidas pela equipe do Projeto Saber Viver, Fundação Nacional da Saúde (Funasa) e Comitês de Coordenação e Execução.

O Saber Viver é uma parceria entre o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) e a Funasa. O projeto visa assessorar tecnicamente a gestão municipal de Ouro Preto do Oeste e mais 18 municípios rondonienses na elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB).

A iniciativa busca informar e conscientizar o cidadão quanto à realidade do saneamento básico, considerando que ele é fator fundamental para a segurança e para a promoção da saúde aos cidadãos. De acordo com o Superintendente da Funasa, João Marcos, “o prognóstico simboliza a reta final do Plano Municipal de Saneamento Básico e representa, não só para a Funasa, IFRO e municípios, mas para toda Rondônia, um importante marco, pois coloca o estado em destaque quanto ao planejamento, rumo à universalização dos planos, entrando para o ranking dos estados com universalização de PMSB, onde os municípios serão os primeiros do Brasil a terem seus planos de saneamento em consonância com a nova lei do saneamento básico.

Convite

As audiências têm como público-alvo toda a população dos municípios e toda a comunidade interessada, uma vez que as ações de saneamento básico estão interligadas à promoção da saúde da população, por isso é importante discutir, propor, planejar e monitorar as ações sanitárias do seu município. Segundo Ronilson de Oliveira, da Pró-Reitoria de Extensão (Proex/IFRO), “Cabixi, Urupá, Novo Horizonte, Ministro Andreazza, Colorado do Oeste, Chupinguaia, Guajará-Mirim e Parecis são os primeiros municípios a socializarem o prognóstico, etapa importante na elaboração do PMSB”.

Na audiência, será socializado o prognóstico referente às condições dos serviços do saneamento básico prestados à população dos oito municípios. Segundo os organizadores, foram concluídas as etapas fundamentais para a elaboração de um plano de saneamento consciente e consistente, como o diagnóstico, que levanta todas as carências e demandas dos sistemas de saneamento no município, e se chegou ao prognóstico, momento fundamental, que é a proposição dos objetivos e metas que irão sanear as deficiências levantadas no diagnóstico. Nessa etapa, serão estabelecidas soluções graduais e progressivas, com proposição de metas de curto, médio ou longo prazo, além das de implementação imediata, voltadas para a universalização do acesso aos serviços, com base na legislação vigente.

Para a realização do prognóstico, foram utilizadas as informações levantadas nos eventos setoriais e entrevistas com a população urbana, rural e povos tradicionais, a fim de captar a percepção social, as demandas e aspirações da população. Já no enfoque técnico foram levantados e confrontados os dados ambientais, hidrológicos e socioeconômicos de todas as áreas do município, a fim de propor os cenários futuros ideais para cada caso dos componentes do saneamento básico.

A audiência pública faz parte de uma das etapas da construção do Plano Municipal de Saneamento Básico dos municípios e tem como elemento balizador a participação social para o êxito na construção dos planos. “Toda a população dos municípios é convidada a construir o PMSB, para que esse seja consolidado enquanto um instrumento de representação da realidade social, econômica e cultural”, afirma Ronilson.

As audiências estão sendo transmitidas através do canal do YouTube. O “Saber Viver RO” ainda possui as mídias Facebook e Instagram.  As audiências podem ser conferidas através dos seguintes links:

Fim do conteúdo da página
-->
Consentimento para o uso de cookies
Este site armazena cookies em seu computador. Os cookies são usados para coletar informações sobre como você interage com nosso site e nos permite lembrar de você. Usamos essas informações para melhorar e personalizar sua experiência de navegação e para análises e métricas sobre nossos visitantes. Se você recusar, suas informações não serão rastreadas quando você visitar este site. Um único cookie será usado em seu navegador para lembrar sua preferência de não ser rastreado.