Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

IFRO Campus Calama recebe sistema de geração solar com monitoramento e gerenciamento remoto da Eletrobras

Publicado: Terça, 27 de Fevereiro de 2018, 18h55 | Última atualização em Quarta, 18 de Abril de 2018, 18h39 | Acessos: 898

Campus Calama

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Porto Velho Calama, sedia nesta quarta-feira (28) a inauguração de um sistema de geração solar de 15 kWp, que é parte integrante do projeto “Sistema de Conexão de Micro Geradores com Rede de Distribuição de Energia Elétrica para Viabilização de Centrais Virtuais de Energia” realizado pela Eletrobras Distribuição Rondônia em cooperação técnica com o Consórcio Fundação Parque Tecnológico de Itaipu/ Policonsult Associação Politécnica de Consultoria e com o Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBIOGAS).

O projeto teve um custo aproximado de R$ 2 milhões, e é resultado do processo de identificação e seleção realizada pela Eletrobras Distribuição Rondônia por meio de chamada Pública.

Sobre o Sistema de Geração Solar

O Sistema de Geração Solar de 15 kWp (“quilo-watt pico”), medida de potência energética associada a células fotovoltaicas, implantado no Campus Calama Porto Velho, é parte integrante de projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) que, por meio do desenvolvimento e implantação de softwares e hardwares específicos, viabilizará o monitoramento e o gerenciamento virtual de sistemas alternativos que utilizam fontes renováveis distintas no processo de geração de energia elétrica.

A instalação no campus conta com 56 placas de 270W cada, o que totaliza 15kWp de potência instalada, e ocupa uma área de 200m². O sistema opera de modo on-grid, ou seja, injeta energia na rede elétrica e assim beneficia a unidade através da compensação de energia. A estimativa é que em um mês sejam gerados 1,8 MWh.

Além de estimular o interesse por fontes de energia renováveis, o Sistema de Geração Solar poderá ser explorado por alunos e professores interessados em pesquisar o assunto, sendo multiplicadores da cultura e do conhecimento técnico sobre o uso da energia limpa.

Fim do conteúdo da página