Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

II Semana Agrotecnológica do Campus Cacoal reúne tecnologia e produção de campo

Publicado: Quarta, 14 de Junho de 2017, 17h15 | Última atualização em Sexta, 23 de Junho de 2017, 15h27 | Acessos: 969

Campus Cacoal Semana Agrotecnológica 5

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal, promoveu entre os dias 12 a 14 de junho a 2ª edição da Semana Agrotecnológica. O evento abriu as portas da escola para que estudantes de outras instituições de ensino e o público em geral pudessem conhecer a produção acadêmica, os cursos oferecidos e as dependências da unidade.

Para alcançar este objetivo e entreter as cerca de 1,5 mil pessoas que visitaram o Campus Cacoal nestes três dias de atividades, a programação da II Semana Agrotecnológica ofereceu uma base diversificada de palestras, minicursos, mostras e oficinas nas áreas da agricultura, pecuária, tecnologia e artes. O evento começou com uma palestra sobre comunicação, proferida pelo professor Wagner Étori, no auditório da Universidade Federal de Rondônia (Unir).

“A base da Semana Agrotecnológica é a integração. Queremos, através dela, gerar uma oportunidade para que os nossos alunos possam interagir com outros colegas, produtores, profissionais de área e professores. Além disso, é uma oportunidade para que eles trabalhem todo um projeto da construção de ambientes temáticos, o estudo de assuntos específicos e a dinâmica de oferecer essas informações aos nossos visitantes”, explicou o chefe do Departamento de Extensão do Campus Cacoal, Felipe Vasconcelos.

Aluno do curso Integrado em Informática, Gabriel Pordignon integrou a equipe que montou uma sala temática onde foram apresentadas ideias de aplicativos e robôs com Arduíno. “Esta é uma oportunidade muito bacana de apresentar aquilo que aprendemos no dia a dia da escola. Também é importante para nós porque temos aqui um dos robôs que vamos utilizar na próxima Olimpíada Brasileira de Robótica e já pudemos testar algumas coisas nele”, destacou o estudante.

Diversidade

Se havia interatividade tecnológica para os amantes da modernidade, também não faltaram opções para quem ama a vida no campo. É o caso da estudante Scheila Santos, de 14 anos, que está concluindo o Ensino Básico e estuda em uma escola da zona rural cacoalense. Entre todas as atividades previstas, ela escolheu o minicurso de “Introdução à inseminação artificial em bovinos”.

Ela explicou que a escolha tem a ver com a sua rotina em casa. “Eu moro no sítio e já vi meu pai e outras pessoas fazendo isso, mas por eu ser pequena nunca me deixaram fazer”, contou. Scheila arriscou que seu pai vai ficar feliz ao saber de sua participação no curso, mas ainda acha que ele não vai deixa-la praticar em casa. “Uma coisa é fazer num ambiente como esse, com uma parte do animal, que está morto. Outra, bem diferente, é fazer no animal vivo. Mas agora já tenho uma noção melhor de como funciona, da limpeza necessária e da forma de passar o tubo pelos anéis”.

Além do trato e manejo de rebanhos, outra importante cultura econômica da região estava presente na Semana Agrotecnológica. O cultivo de café foi abordado pelos alunos do curso de Tecnologia em Agronegócio, que montaram uma sala temática exclusiva sobre o tema. “Nossa intenção foi apresentar todo o planejamento necessário ao idealizar uma lavoura de café e como é importante contar com a assessoria de um profissional do agronegócio, que vai prever e otimizar uma série de questões para garantir maior produtividade”, destacou a aluna Gleyce Bergamaschi.

Impacto

Prova desta diversidade pode ser vista nas muitas opções ofertadas aos participantes. Uma das palestras mais concorridas foi a de “Atribuição dos técnicos em Agropecuária e Agroecologia”, mas temas como o uso de fertilizantes e defensivos alternativos, desenvolvimento de softwares, competição de xadrez, vermicompostagem, elaboração de mapas ou interpretação de análise de solos também atraíram muitas pessoas.

Além dos temas específicos, os alunos do IFRO montaram ainda ambientes demonstrativos dos cursos oferecidos pelo Campus Cacoal. A garagem agropecuária, por exemplo, concentrava informações sobre ovinos, bovinos, piscicultura e produção de ovos, entre outros. Já uma turma de Agroecologia montou uma sala sobre sementes crioulas e sua relevância para a manutenção de um cultivo sustentável e tradicional. A Matemática também criou seu espaço, repleto de desafios lógicos, curiosidades desta ciência e desafios de cubo mágico e torre de Hanoi. Além destas, houve a exposição de filmes, quadros, fotografia, observação de planetas e outros.

“Acreditamos que o Campus Cacoal tem apresentado um relevante crescimento em sua produção, fruto da dedicação dos nossos servidores e da sede pelo conhecimento que nossos alunos apresentam. Isso faz com que nossas ações sejam atrativas, tanto que apresentamos um crescimento no número de visitantes nesta edição. Isso nos enche de orgulho e satisfação”, destacou o Diretor-Geral da unidade, Davys Sleman.

A programação da II Semana Agrotecnológica contou com palestrantes cedidos pela Universidade Federal de Rondônia (Unir), Crea-RO, Sicoob Cacoal, Idaron, Emater, Semagri Cacoal, Unesc, Kynix Tecnologia, Nuble Soluções Inteligentes e Facimed, além dos servidores do IFRO.

Veja mais informações: http://portal.ifro.edu.br/cacoal/noticias/2973-campus-cacoal-vai-realizar-a-ii-semana-agrotecnologica

View the embedded image gallery online at:
http://portal.ifro.edu.br/cacoal/noticias/3029#sigFreeIde4a210a23e

Fim do conteúdo da página