Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Campus Calama realiza projeto de protagonismo juvenil em escolas públicas da capital

Publicado: Sexta, 10 de Novembro de 2017, 09h15 | Última atualização em Sexta, 10 de Novembro de 2017, 09h15 | Acessos: 398

Protagonismo Juvenil nas Escolas de Porto Velho 17

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Porto Velho Calama, está realizando um projeto de extensão intitulado "Jovem Transformador: o protagonismo como mecanismo de mudança" em quatro escolas públicas na capital do Estado. A ação tem o objetivo de incentivar o protagonismo juvenil como mecanismo de mudança social, por meio de orientação e conscientização dos estudantes participantes. O projeto, que iniciou no dia 06 de novembro, segue até o dia 30 deste mês.

A equipe é formada pelo coordenador do projeto Junior Cezar da Silva, assistente social do campus, e sete alunos colaboradores que usam suas trajetórias acadêmicas para incentivar e orientar os estudantes das escolas visitadas. “É fundamental discutir e orientar os estudantes sobre protagonismo juvenil, pois na atual conjuntura do país é essencial despertar o interesse, principalmente dos adolescentes, em questões relacionadas à vida social e política da nação”, disse complementando: “protagonizar é um direito e também um dever de todos”.   

No roteiro de visitações estão as escolas: E.E.F.M Marcos Freire, E.E.E.F.M Daniel Neri, E.E.E.F.M Tancredo Neves, E.E.E.F.M Marcelo Candia. “As orientações são repassadas aos estudantes dos 9º anos do ensino fundamental por meio de palestras abordando a questão do protagonismo juvenil, aspectos da adolescência, contexto político e social. Além disso, os alunos colaboradores compartilham suas experiências acadêmicas dentro do campus com relatos do que vivenciam diariamente no ensino, pesquisa e extensão”, explica Silva.

 Durante as atividades também estão sendo divulgadas orientações do Processo Seletivo Unificado do IFRO/2018 considerando a importância da instituição no Estado de Rondônia e o incentivo que a mesma oferece para os estudantes em relação à participação em atividades, servindo como um facilitador do protagonismo juvenil.

Um dos estudantes que participam do projeto é Carlos Daniel Bittencourt, que cursa o Técnico Integrado em Eletrotécnica. Para ele, "o protagonismo juvenil é tomado por jovens que se reconhecem socialmente, sabendo da sua participação social, contribuindo não apenas com o desenvolvimento pessoal, mas com o desenvolvimento da sociedade. O jovem protagonista se destaca por ser mais autônomo e comprometido socialmente com valores de solidariedade”.

Para a participante do projeto, Lys Vitória Ribeiro de Almeida, que cursa o Técnico Integrado em Química, o protagonismo juvenil é a essência de todos os jovens, com ele o jovem se sente capaz de trilhar a própria história, percebe as oportunidades e não fica alheio ao que acontece em seu meio, ele modifica o meio. “O protagonismo me modificou bastante, hoje me vejo uma pessoa atuante e isso se deu somente a partir de todo apoio familiar, escolar e das oportunidades acadêmicas que tive, desse modo a escola tem um papel importante, ela é uma grande empoderadora e modificadora social", comenta.

Fim do conteúdo da página