Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Recredenciamento: IFRO é avaliado com nota 4 pelo MEC

Publicado: Quarta, 29 de Março de 2017, 15h10 | Última atualização em Segunda, 24 de Abril de 2017, 10h32 | Acessos: 13888

IFRO nota 4

A nota de recredenciamento do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) junto ao Ministério da Educação foi quatro, dentro de uma escala de 1 a 5. Nesta quarta-feira (29), a instituição recebeu o relatório pós-visita da comissão do MEC, que permaneceu entre os dias 21 e 24 de março no Campus Porto Velho Calama avaliando in loco toda a atuação do IFRO no estado de Rondônia durante o período 2014-2016. “Como a avaliação é complexa, esse resultado nos serve como um referencial de que estamos no rumo certo, porque o recredenciamento traz para a instituição um parâmetro sobre as nossas ações, os investimentos feitos, as práticas, cursos ofertados e outras ações que estão sendo trabalhadas de forma adequada”, analisa o reitor Uberlando Tiburtino Leite.

Segundo o reitor, “do ponto de vista externo, é muito positivo para a instituição, por ser uma avaliação oficial, com avaliadores do Amazonas, Mato Grosso e Santa Catarina, ou seja, pessoas com experiências diferentes e com condições de avaliar de forma isenta o Instituto Federal. Estamos no oitavo ano de funcionamento, numa fase em que o IFRO está se consolidando, e essa nota mostra que estamos conseguindo fazer valer o slogan da educação de qualidade. Claro que temos situações a serem melhoradas. Precisamos melhorar a parte de acessibilidade dentro do IFRO e alguns pontos da nossa prática. Este resultado é muito positivo, porque mostra que o Instituto Federal está fazendo um trabalho sério, conforme a demanda da sociedade e dos itens de avaliação utilizados pelo INEP e MEC”.

A avaliação considera o cumprimento de diversos instrumentos legais, além dos documentos que demonstram a concretização do PDI (Plano de Desenvolvimento Institucional) do triênio. O trabalho foi realizado por uma comissão formada por representantes de todas as pró-reitorias e setores envolvidos com as ações elencadas para o recredenciamento. “É um esforço coletivo. Não tem como dizer que um fez mais e o outro fez menos. O IFRO, a reitoria, os setores da reitoria, os campi, direção geral, direção de ensino, os coordenadores de curso, os professores, alunos, todos se empenharam igualmente para alcançarmos a nota quatro. E segmentos como a Comissão Própria de Avaliação, que foi muito importante para alcançar esse resultado, especialmente no item que avalia a CPA. Então é um quadro merecido e merecido por todos, porque todos trabalharam, direta ou indiretamente”, avalia o Coordenador de Ensino de Graduação do IFRO, Thonny Hawany. Ele participou da comissão que organizou a documentação do Instituto para apresentação ao MEC.

Este foi o primeiro processo de Avaliação de Regulação para o recredenciamento pelo qual o IFRO passa desde a criação dos Institutos Federais, em 29 de dezembro de 2008, por meio da Lei 11.892. O servidor Gilberto Paulino da Silva, da Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional (PRODIN/IFRO), setor responsável por congregar todas as informações do recredenciamento, explica que o Instituto Federal irá produzir um resumo com os dados mais relevantes do documento do MEC. “No relatório, eles pontuam todos os itens avaliados. Nós agora temos 30 dias para analisarmos a pontuação e o conceito que recebemos em cada um daqueles itens, se discordarmos de algum dos conceitos, podemos impugnar o relatório. Da parte da Comissão Avaliadora não haverá mudanças, a menos que nós provoquemos mudanças. Após esse período que temos para avaliar, não impugnando, acredito que não haja nenhum item subavaliado pela comissão, segue para o Conselho Nacional de Educação e depois para o ministro assinar a portaria. Esse é o processo. Preliminarmente, sem olhar todo o relatório, é um conceito muito satisfatório, se aproxima muito do que é a nota máxima e com vários itens avaliados com nota cinco”, conclui Gilberto.

O documento completo enviado ao IFRO ficará disponível na página do recredenciamento. Neste espaço estão ainda todos os documentos pertinentes à avaliação. Acesse os documentos em formato digital: http://portal.ifro.edu.br/recredenciamento-mec

Fim do conteúdo da página