Ir direto para menu de acessibilidade.

Rastro de navegação

Início do conteúdo da página

Mais de 100 alunos do Campus Ji-Paraná recebem certificados de cursos técnicos

Publicado: Terça, 27 de Dezembro de 2016, 12h44 | Última atualização em Terça, 27 de Dezembro de 2016, 12h53 | Acessos: 1687

Campus Ji Paraná 4

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Ji-Paraná realizou, na última quinta-feira, a certificação de 130 alunos que finalizaram os Cursos Técnicos Integrados em Química, Florestas e Informática. A cerimônia foi prestigiada por pais, familiares, convidados e servidores da instituição.

Durante a cerimônia o professor Carlos Henrique dos Santos, que representou o reitor, destacou os desafios que os novos profissionais enfrentarão após a formatura. “Hoje é o momento mais importante do Instituto, já que estamos colocando à disposição da sociedade 130 técnicos altamente capacitados, que sairão com o compromisso de desenvolver novas tecnologias para o estado de Rondônia, além de sair com o compromisso e a ética de representar o IFRO não só em Rondônia, mas por onde passarem”, disse.

O Diretor-Geral do campus, Fernando Antônio Rebouças Sampaio, reforçou a importância dos recém-formados em prosseguir na carreira acadêmica. “Espero que muitos dos alunos permaneçam no IFRO, porque estamos com praticamente os três cursos da área de vocês encaminhados: ADS para a área de Informática; Licenciatura em Química para a área de Química e pretendemos abrir o curso de Engenharia Florestal em 2018 para a área de Florestas”, falou.

O compromisso social dos recém-formados foi ressaltado pelo Diretor de Ensino, Luís Ribeiro Medeiros. “É um tempo em que começam os desafios. Entraram no IFRO como alunos e saem agora profissionais. Entretanto, é um tempo também de responsabilidade, onde as escolhas deles, agora, trarão respostas efetivas e diretas para suas vida. O IFRO, por ser uma instituição pública, é sustentado com os impostos que todos nós pagamos, por isso eles estão saindo com uma profissão, mas também com um compromisso social”, comentou.

Dentre os 50 formandos do Curso Técnico em Informática estava Renata Custódio dos Santos. A estudante relembrou sua entrada na instituição e a evolução da turma ao longo do curso. “É um choque de realidade muito grande entrar no IFRO, na faixa dos 15 anos, e se deparar com uma rotina que beira a rotina universitária. Ao longo de quatro anos, foi uma convivência muito intensa, o que reforçou nosso aprendizado e crescimento pessoal dia após dia. Se hoje eu, e todos meus colegas de curso, podemos exercer a profissão de técnico, é porque muitas pessoas estão por trás dessa conquista: professores, servidores, técnicos administrativos, terceirizados, e muitos outros foram partes essenciais da nossa caminhada até aqui”, agradeceu.

Para Daniely Fernandes da Silva, que concluiu o Curso Técnico em Química, a formação recebida no IFRO, com experiências práticas na área através do estágio, bem como a participação em eventos e congressos, agregou valor ao currículo profissional da estudante. “O IFRO me mostrou que independente de cor, raça, gênero e classe social, qualquer ser humano consegue ter uma educação de qualidade. Possibilitando que eu, assim como muitas outras pessoas, conseguisse ter uma base sólida para alcançar nossos objetivos profissionais”, acrescentou.

O crescimento no âmbito profissional também foi destacado pela recém-formada técnica em Florestas, Milena Caroline Tavares Simões. “Eu tive a oportunidade de apresentar projetos pra várias pessoas, até mesmo profissionais renomados na área florestal, fora do estado, e tive uma visão muito ampla por conta disso. Além disso, favoreceu o meu crescimento pessoal, pois as dificuldades encontradas lá dentro me fizeram ter mais responsabilidade e compromisso com as minhas atividades”, concluiu.

Fim do conteúdo da página