Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Campus Porto Velho Zona Norte comemora o Dia Internacional da Mulher

Publicado: Quinta, 14 de Março de 2019, 16h00 | Última atualização em Quinta, 14 de Março de 2019, 16h11 | Acessos: 488

Campus Porto Velho Zona Norte Dia Internacional da Mulher 3

No dia 8 de março, o Campus Porto Velho Zona Norte realizou uma programação especial em homenagem às mulheres, com o objetivo de trazer a reflexão para o meio acadêmico de temas transversais relacionados às mulheres e à própria sociedade, o empoderamento da mulher e suas conquistas nas mais diversas áreas do saber.

O evento foi realizado no auditório, em dois momentos: manhã e noite. Na parte da manhã participaram as servidoras do campus, e na parte da noite participaram as alunas. O evento trouxe palestras, dinâmicas e atendimento com profissionais das áreas da saúde e da estética, visando aumentar a autoestima das mulheres, sensibilizando-as quanto à sua valorização, os seus direitos, suas capacidades e cuidados que devem ter em prol de uma melhor qualidade de vida.

O promotor do Ministério Público de Rondônia, Heverton de Aguiar, apresentou a palestra “Feminicídio”, que abordou temas como a violência doméstica, relacionamentos abusivos e orientou como as mulheres podem identificar situações de risco. O grupo de mulheres “Filhas do boto nunca mais” realizou uma dinâmica com o público presente e também alertou as mulheres a respeito do tema “abuso sexual”. Falou-se do machismo que está impregnado em nossa sociedade, presente inclusive na educação dos filhos e entre as próprias mulheres.

A aluna Helen Joyce, do curso técnico em Informática para Internet comentou: “Nós mesmas temos que nos valorizar. As palestras nos motivaram muito a mudar algumas atitudes, a sermos mulheres melhores, pois a gente ainda aceita muita coisa que não deveria aceitar. Foi muito gratificante comemorar este dia. A gente se sente valorizada”, disse.

“Gostei da fala do procurador, pois ele enfatizou bem essa questão da violência contra a mulher, de não se calar. Hoje essa questão do feminicídio está muito em evidência.  Às vezes a mulher é agredida verbalmente e as pessoas pensam que não é agressão, que xingamento não é agressão. A agressão já começa aí”, explicou Aline Viante da Costa, acadêmica do curso superior em Gestão Comercial.

O evento contou também com atendimento de algumas profissionais da área da saúde e da beleza. Foi realizada uma palestra sobre a saúde da mulher e uma dinâmica com profissionais da SEMED. Foram prestados atendimentos de cabeleireiro, design de sobrancelhas, SPA das mãos, curso de automaquiagem, aplicação de Reiki e outras atividades a fim de elevar a autoestima feminina.

As apresentações culturais da abertura e do encerramento do evento foram realizadas por músicos da Orquestra Vivara e da Banda da Escola Municipal de Música Som na Leste. O Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (SINASEFE) esteve presente apoiando o evento.

A professora Cássia Luciana de Melo disse ter se surpreendido com o evento.

“Foi um dia diferente para mim. Um dia em que me senti especial. Eu nunca faço maquiagem e eu saí maquiada daqui. Achei os temas das palestras bem fortes, embora importantes. Gostei de toda a programação! As meninas da comissão planejaram tudo com muito cuidado. Cheguei com mimos em casa. Achei fantástico”, comentou a docente. 

Fim do conteúdo da página