Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Grupo de Pesquisa em Ciências Florestais implanta monitoramento meteorológico no Campus Ji-Paraná

Publicado: Quarta, 04 de Setembro de 2019, 09h09 | Última atualização em Quarta, 04 de Setembro de 2019, 09h10 | Acessos: 271

estaçãoO Grupo de Pesquisa em Ciências Florestais (CiFlor) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), implantou no Campus Ji-Paraná um sistema de monitoramento meteorológico. As informações são registradas a cada 15 minutos, e enviadas para armazenamento em nuvem, integrando uma rede de quase 500 estações online pelo Brasil, fornecendo, desta forma, informações em tempo real para o público.

São coletadas as informações de temperatura do ar, sensação térmica, umidade relativa do ar, velocidade e direção do vento, pluviosidade, evapotranspiração, radiação solar e índice UV, os quais serão utilizados, futuramente, pelos cursos do campus (técnico em florestas e engenharia florestal) e comunidade externa. As informações coletadas podem ser visualidades no link: https://bit.ly/2lvWgL6

Para a Professora Regina Figueiredo que ministra a disciplina “Meteorologia Florestal” para o curso de Engenharia Florestal, a instalação e o monitoramento das variáveis meteorológicas foram fundamentais. Segundo ela, "[...] contar com uma estação meteorológica completa que monitora pluviometria, temperatura, velocidade e direção do vento, evapotranspiração total, umidade relativa do ar, radiação solar e outras variáveis é essencial para a formação de profissionais, pois são informações essenciais para a silvicultura, uma das vertentes do Curso. Além disso, registrar esses valores a cada 15 minutos possibilita o acompanhamento das condições meteorológicas locais, que podem integrar outras séries de dados de outras Instituições, como o CPTEC do INPE ou o LBA, aumentando a gama de informações do estado de Rondônia”.

A implantação da estação meteorológica também objetiva colaborar na conscientização da comunidade interna quanto às questões de saúde. O município de Ji-Paraná está localizado na região de clima equatorial úmido e, consequentemente possui, entre outras características, temperaturas elevadas e altos índices de incidência de radiação ultravioleta. Em relação ao índice UV, durante os sete primeiros dias de monitoramento, foram identificados valores em torno de 5, o que é considerado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), moderado, sendo recomendado baixa exposição solar durante o período das 10 as 16h e uso de protetor solar FPS 30+ para exposição solar. 

Futuramente, o Grupo de Pesquisa espera exibir os dados coletados em tempo real pelos televisores de divulgação do Campus. Na galeria de imagens é possível visualizar o modelo de exibição do site, com coleta de dados realizada no dia 27 de agosto, às 9h30.

Fim do conteúdo da página
-->