Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Regulamento do NAPNE do IFRO passa por reformulação

Publicado: Terça, 09 de Abril de 2019, 15h05 | Última atualização em Terça, 09 de Abril de 2019, 15h05 | Acessos: 293

Reitoria reunião Napne 4

Representantes dos Núcleos de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas de todos os campi do IFRO participaram no dia 28 de março, na Reitoria (Porto Velho), de uma reunião para reformular o Regulamento do NAPNE.

A ação é uma das atividades previstas no Projeto Estratégico da CEI/DAE/PROEN. Durante o encontro, os participantes estudaram o regulamento antigo, pontuando as mudanças necessárias a serem realizadas.

Segundo a Coordenação de Educação Inclusiva do IFRO, a reformulação do regulamento é importante para o fortalecimento das atividades das equipes dos NAPNEs. Serve também como documento de apoio norteador das políticas inclusivas do IFRO.

Sobre a CEI

Subordinada a DAE/PROEN, tem como competência gerir as políticas públicas em Educação Especial para estudantes com deficiências intelectual, física neuromotora, visual, surdez, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação; o atendimento da pessoa idosa que frequenta a rede de ensino, necessitando de atenção diferenciada e individualizada, assim como, a modalidade de ensino de Educação de Jovens e Adultos, educação do campo, indígena, quilombola, ribeirinho, negros dentre outros grupos minoritários e desfavorecidos, em consequência da cor, etnia, orientação sexual, gênero, credo, condição econômica, necessidades especiais, altas habilidades, pessoas encarecidas, apenados e adolescentes em conflito com a lei. Saiba mais sobre a CEI e o NAPNE no seguinte link: https://bit.ly/2OLGPZQ

Fim do conteúdo da página