Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Campus Colorado abre inscrições para Pós-Graduação em Geoprocessamento Ambiental  

Publicado: Quinta, 24 de Janeiro de 2019, 10h49 | Última atualização em Quinta, 24 de Janeiro de 2019, 10h49 | Acessos: 1924

geprocessamento 2O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Colorado do Oeste, realiza Processo de Seleção para o curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Geoprocessamento Ambiental (CPGGA). O curso é totalmente gratuito, sem mensalidades ou taxa de matrícula.

A inscrição é gratuita e poderá ser realizada de 25 de janeiro a 8 de fevereiro de 2019. Para se inscrever, o candidato deve entregar ou enviar via Correios a Ficha de Inscrição e documentação listada no Edital para o Departamento de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação do Campus Colorado do Oeste.

São ofertadas 40 vagas, sendo 32 para ampla concorrência e oito destinadas aos servidores do quadro efetivo do IFRO. As vagas que não forem preenchidas pelos candidatos do IFRO serão transferidas para a ampla concorrência.

A seleção será em duas etapas. A primeira ocorrerá por meio da análise do currículo e a segunda será a análise da carta de intenção do candidato, ambas com os critérios estabelecidos no Edital. O resultado preliminar deverá ser publicado em 22 de fevereiro.

Serão admitidos como candidatos à seleção portadores de diploma de curso superior, com formação em qualquer área relacionada ao ambiente, ligada às Engenharias, Ciências Agrárias, Ciências Biológicas, Ciências Exatas e da Terra, Geografia e áreas afins a estas. Também serão admitidos portadores de diploma de curso técnico de ensino médio com formação em Técnico em Agropecuária, Técnico em Agrimensura ou Técnico em Geoprocessamento.

O Edital 46/2018, que rege o Processo Seleção, bem como a Ficha de Inscrição e demais anexos, estão disponíveis na página do IFRO. https://portal.ifro.edu.br/colorado/editais/pesquisa/6677-edital-n-46-2018-processo-de-selecao-para-pos-graduacao-lato-sensu-em-geoprocessamento-ambiental

Em caso de dúvidas, o candidato pode encaminhar e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

A Pós-Graduação

O Geoprocessamento Ambiental é uma área em expansão devido à demanda de trabalhos relacionados a ela. O geoprocessamento é atualmente utilizado em diversas áreas do conhecimento, sendo uma ferramenta utilizada por profissionais de várias áreas. Uma das aplicações é o georreferenciamento, que consiste na descrição de imóvel rural em suas características, limites e confrontações, sendo necessário para o cadastro rural e obrigatório para que se realize qualquer alteração cartorial da propriedade. Existe ainda a demanda no estado de Rondônia pelo monitoramento de safras, das mudanças climáticas, da ordenação do território e do uso e ocupação do espaço urbano e/ou rural.

O curso de Pós-Graduação em Geoprocessamento Ambiental (CPGGA) do IFRO Campus Colorado do Oeste já formou uma turma e agora foi totalmente reestruturado para incluir profissionais tanto das engenharias, quanto da biologia, da gestão ambiental e de áreas afins. “Nós criamos dois eixos de formação em uma única Pós-Graduação. O eixo A, com 360 horas, formará especialistas em Georreferenciamento de Imóveis Rurais, e o eixo B, com 580 horas, dará a titulação de especialista em Georreferenciamento e Geoprocessamento”, explicou a Coordenadora do CPGGA, Ranieli dos Anjos.

A reformulação buscou atender a demanda regional de profissionais formados para atuar com as geotecnologias, conforme explicou o professor Valdir Moura, da equipe de coordenação do curso. “Nos esforçamos para organizar um curso de referência no Estado. Para isso, formalizamos a participação de professores de várias regiões do país e pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) e outros”, comentou o professor.

O curso será na modalidade presencial, com aulas ministradas no Campus Colorado do Oeste, sendo regido pelas resoluções 11/2011/CONSUP e 15/2018/CEPEX. O início das aulas está previsto para acontecer em 22 de março de 2019.

A especialização em Geoprocessamento Ambiental está pautada em dois eixos de formação, sendo que candidato deverá optar por um deles no ato de inscrição. O primeiro eixo é “Georreferenciamento de Imóveis Rurais”, com 360 horas, e o segundo “Georreferenciamento e Geoprocessamento”, com 580 horas. O curso possui cinco linhas gerais de pesquisa, sendo que o candidato também deverá indicar no ato da inscrição em qual linha deseja desenvolver seus estudos.

Mais informações estão no Edital e podem ser acessadas clicando AQUI.

Fim do conteúdo da página