Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

IFRO organiza capacitação em piscicultura em Colorado do Oeste

Publicado: Segunda, 12 de Junho de 2017, 11h45 | Última atualização em Quarta, 13 de Setembro de 2017, 15h59 | Acessos: 1772

Capacitação será realizada em Colorado sobre piscicultura 3

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Colorado do Oeste, promove no dia 21 de junho, às 14 horas, capacitação em piscicultura. Realizada em parceria com a Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária de Tocantins (Seagro/TO), a capacitação contará com uma palestra que abordará a cadeia produtiva do tambaqui no Cone Sul de Rondônia.

O evento será no Centro de Convenções do IFRO, Campus Colorado do Oeste, com inscrição gratuita e aberta a acadêmicos, servidores do campus e comunidade externa, especialmente piscicultores da região.

Já nos dias 22 e 23 de junho, haverá curso ofertado aos professores do campus que atuam na área, com a participação de representantes da Emater-RO (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural) e secretarias de agricultura dos municípios da região. A atividade está sendo organizada pelo Departamento de Extensão (DEPEX) e Coordenação de Formação Inicial e Continuada (CFIC) do campus. A capacitação será ministrada pelo gerente de Pesca da Seagro/TO (Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária do Estado de Tocantins), Thiago Fontolan Tardivo.

Para mais informações, entrar em contato pelo telefone (69) 3341-7622 ou e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Potencial

Rondônia é o maior produtor de peixes nativos da bacia amazônica, segundo o relatório de “Produção da Pecuária Municipal de 2015” do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2015 foram produzidas mais de 84 mil toneladas.

Pesquisas recentes colocam o estado de Rondônia como líder no ranking nacional da produção de peixes nativos de água doce em cativeiro, destacando-se como o maior produtor de peixes redondos da região norte, e encontra-se na vanguarda da produção da espécie pirarucu. E uma das peculiaridades do crescimento da piscicultura no estado é a participação decisiva da agricultura familiar neste quadro.

Fim do conteúdo da página