Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Campus Cacoal desenvolve jogo didático para ensino de filosofia

Publicado: Terça, 15 de Maio de 2018, 11h52 | Última atualização em Terça, 15 de Maio de 2018, 11h52 | Acessos: 835

Pesquisadora apresenta o jogo Conquistando o Mundo para alunos do IFRO

Propostas de ensino através de ferramentas lúdicas são cada vez mais recorrentes nas unidades de ensino. Atento a essa realidade, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal, finalizou o desenvolvimento de um produto didático voltado ao ensino de Filosofia. Batizado de “Conquistando o mundo”, o jogo foi gerado a partir de um projeto de ensino, pesquisa e extensão que envolveu as disciplinas de Filosofia, História e Geografia e contou com a participação de discentes, além da colaboração dos professores Thiago Santos e Gilson Araújo.

O projeto foi coordenado pelo professor de Filosofia, Clodoaldo Reis, que explica que a ideia de envolver várias disciplinas e produzir um jogo didático surgiu da necessidade de ensinar aos alunos conhecimentos de geografia e história que são fundamentais para interpretação e entendimento das teorias e conhecimentos apresentados na disciplina de Filosofia. “Nosso objetivo foi investigar e coletar fatos, acontecimentos e realizações humanas que contribuíram para o desenvolvimento histórico-geográfico e filosófico da cultura ocidental. Para isso utilizamos desde os filósofos pré-socráticos até os dias atuais, com intuito de produzir um jogo didático interdisciplinar”, relatou.

Estudantes do Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio, Brenda Paz e Evelyn Costa foram pesquisadoras do projeto e explicaram que a criação do jogo envolveu uma extensa pesquisa bibliográfica. “Tínhamos de formar um banco de questões abrangente, mas que também fosse envolvente e atrativo, para que o jogo se tornasse agradável aos usuários. Por isso o projeto demandou muita pesquisa e leitura”, destacaram.

Os resultados alcançados nos primeiros testes realizados com o jogo didático foram satisfatórios, gerando nas alunas-pesquisadoras grande empolgação com o conhecimento adquirido através das discussões sobre as questões, regras e tudo que foi necessário para a produção do jogo.

“Estamos satisfeitos porque pudemos notar que desde os primeiros testes, nosso público-alvo, alunos do ensino médio do IFRO e de outras instituições de ensino, mostraram-se bem satisfeitos com a forma lúdica e prazerosa de aprender”, destacou Reis. A proposta de produzir um jogo didático utilizando conhecimento de ciências diversas foi possível a partir de um edital para projetos integradores, lançado para todo o Instituto Federal.

View the embedded image gallery online at:
http://portal.ifro.edu.br/cacoal/noticias/5183#sigFreeId327035c0ca

Fim do conteúdo da página